Pré-sal já fornece 150 mil barris por dia

Gabrielli prevê investimentos de US$ 70,6 bi no setor

Por Redação AB
  • 19/09/2011 - 11:42
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura
    Redação AB, com informações da Petrobras

    O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, falou para representantes mundiais do setor de energia na quinta-feira, 15, durante o “World Energy Leader’s Summit 2011”, no Palácio da Cidade, no Rio de Janeiro. O executivo destacou a importância da Petrobras no cenário mundial de energia: “Um terço das recentes descobertas de petróleo no mundo foram realizadas pela Petrobras. Seremos responsáveis pelo novo petróleo, que vai requerer tecnologia avançada, altos padrões de segurança e integração da cadeia de suprimentos”, afirmou.

    Gabrielli também alertou que o pré-sal já é uma realidade para o Brasil: “Não é mais um sonho. Nós já produzimos no pré-sal. Temos muitos desafios, mas as oportunidades são muito maiores”, garantiu. A Petrobras produz hoje cerca de 150 mil barris por dia no pré-sal e até 2020 vai produzir quase dois milhões de barris por dia, com a cessão onerosa.

    A crescente demanda por derivados de petróleo nos países em desenvolvimento também foi abordada pelo presidente da companhia: “Os novos investimentos em refino não estão nos EUA, Europa ou Japão. Estão em países como Brasil, Índia e China, onde há um mercado crescente por derivados”, disse Gabrielli. O Plano de Negócios da Petrobras prevê investimentos de US$ 70,6 bilhões em refino, transporte, comercialização e petroquímica nos próximos cinco anos. O ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, também esteve presente no evento.

    O Conselho Mundial de Energia foi formado em 1923 com o objetivo de facilitar o diálogo global entre Líderes de Energia. Com sede em Londres, o Conselho representa mais de 3.000 organizações em 90 países, incluindo governos, empresas estatais e privadas, universidades, ONGs e pessoas ligadas ao setor.