Produção de ônibus fica abaixo de 9 mil unidades em cinco meses

Programa Caminho da Escola (foto) e vendas de modelos urbanos motivaram pequena alta em 2021

Por MÁRIO CURCIO, PARA AB
  • 08/06/2021 - 17:25
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    A produção nacional de ônibus alcançou em maio 1,6 mil unidades, anotando queda de 11,6% na comparação com abril. No acumulado do ano foram 8,7 mil destes veículos, resultando em alta de 14,7% sobre iguais meses do ano passado, a menor entre os segmentos da indústria automobilística. Os números foram divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) na terça-feira, 8.

    Publicidade



    Como comparação, a produção de caminhões nestes cinco meses superou 60 mil unidades, com crescimento acima de 100% sobre iguais meses do ano passado (leia aqui). Os ônibus urbanos são maioria na produção e tiveram 7,8 mil unidades fabricadas nestes cinco meses, registrando alta de 30% sobre iguais meses do ano passado. Já os modelos rodoviários, com apenas 922 unidades montadas, anotaram queda de 42,5% pela comparação interanual.

    EM 5 MESES, SÓ 1,5 MIL UNIDADES EXPORTADAS



    Em todo o mês de maio a indústria local enviou ao exterior 385 ônibus. O número foi 21,1% maior que o de abril. A soma dos cinco meses teve 1,5 mil unidades exportadas. O volume é apenas 15,1% maior que o de iguais meses do ano passado. O fraco desempenho decorre da retração de mercado nos países vizinhos, em que o transporte urbano, rodoviário e turismo também foram afetados pela pandemia de Covid-19.

    A análise por segmento mostra que o envio de modelos urbanos somou pouco mais de mil unidades até maio. Cresceu 26,1% no acumulado do ano, é verdade, mas sobre uma base muito baixa. Os modelos rodoviários totalizaram 523 unidades, praticamente repetindo o mau desempenho dos cinco primeiros meses de 2020.

    MERCADO INTERNO CRESCE 31,5%



    Os ônibus emplacados em maio atingiram o melhor resultado desde dezembro de 2019. Foram 1,6 mil unidades, 36,9% a mais que em abril. O acumulado do ano teve 6,1 mil unidades licenciadas, superando em 31,5% os cinco primeiros meses do ano passado.

    “O que ajudou nesse período foi o programa Caminho da Escola e também algumas entregas de modelos urbanos que vêm acontecendo”, recorda o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes.



    Segundo a Anfavea, ainda há veículos do Caminho da Escola a ser emplacados e eles deverão responder por cerca de 20% dos licenciamentos em junho. Luiz Carlos Moraes recorda que a venda de ônibus fretados também cresceu em 2021 como medida de contenção da Covid-19, mas o volume do segmento teria pequena representatividade nas vendas totais.



    - Faça aqui o download do relatório da Anfavea sobre desempenho da indústria até maio/2021
    - Veja outras estatísticas em AB Inteligência