Projeto-Comprador: quase 150 reuniões durante Automec

Paulo Butori, presidente do Sindipeças (o primeiro à esquerda), faz sinal positivo durante uma das reuniões do Projeto-Comprador

Por REDAÇÃO AB
  • 22/04/2013 - 11:50
  • | Atualizado há 2 months
  • 49 segundos de leitura
    Na tentativa de reverter a curva negativa da balança comercial de autopeças, o Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores) e a Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) realizaram nos dias 16 e 17 de abril a 5ª edição do Projeto-Comprador, que reuniu 29 fabricantes brasileiros de autopeças e 11 importadores estrangeiros em quase 150 reuniões de negócios.

    O projeto - sempre realizado durante a Automec, feira internacional do setor de autopeças que aconteceu de 16 a 20 de abril em São Paulo - segundo Elias Mufarej, conselheiro do Sindipeças responsável pela área de reposição, é muito importante pois abre as portas do Brasil para novos mercados. Este ano, vieram ao País distribuidores de autopeças da Venezuela, Colômbia, Turquia, Rússia, Grécia, Argentina, Equador, Alemanha e Tunísia.

    Outra importante ferramenta de estímulo às exportações é o Guia Oficial dos Fabricantes de Autopeças Brasileiros, que teve sua 3ª edição realizada em parceria com a Apex e também apresentada durante a Automec.

    Em 2012, as exportações brasileiras de autopeças, para 186 países, somaram US$ 10,47 bilhões, 5,9% inferiores às registradas no ano anterior. O aumento das importações, que provocou o desequilíbrio da balança comercial, é consequência principalmente da valorização do real, que compromete a competitividade do produto local.