PSA garante novo Citroën em Rennes após acordo com sindicatos

Planta francesa estava ameaçada de perder produção para local fora da Europa

Por REDAÇÃO AB
  • 20/06/2016 - 19:26
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura
    Após fechar em abril passado acordo com cinco dos seis sindicatos que representam 80% dos trabalhadores do grupo na França, a PSA garantiu a produção de um novo modelo Citroën na fábrica de Rennes, na região da Bretanha. A planta no norte do país receberá investimentos de € 100 milhões para aumentar sua capacidade de 60 mil para 100 mil veículos/ano até 2018, modernizar instalações e assim receber o novo projeto denominado C84, que inicialmente estava previsto para ser produzido em unidade fora da Europa. Segundo a PSA, o acordo denominado “Contrato pelo Futuro de Rennes”, que entra em vigor a partir de janeiro de 2017, foi fundamental para viabilizar a competitividade e a decisão de fabricar o novo produto no local.

    “A decisão de produzir este novo veículo em Rennes mostra que quando todos os interessados estão comprometidos em trabalhar juntos para assegurar o futuro de uma fábrica, eles podem criar as condições de desempenho necessárias em um processo de melhoria contínua”, declarou em nota Carlos Tavares, presidente do Grupo PSA.

    O projeto faz parte da ofensiva de produtos do Grupo PSA, dentro do plano estratégico “Push to Pass”, que prevê o desenvolvimento de 34 novos modelos. O novo Citroën é um dos quatro da marca que serão lançados nos próximos 18 meses. A PSA confirma que o C84 é um crossover a ser produzido em Rennes sobre a plataforma EMP2, ao lado do futuro Peugeot 5008 e Citroën E-Mehari, carros que têm porte assemelhado ao de uma van.

    Os trabalhos de modernização da planta de Rennes começam logo no início de 2017 e deverão ser completados até 2018, com a introdução de novos e mais eficientes processos de manufatura.