Rede Nissan para carro elétrico cresce de 7 para 44 lojas

Marca inicia em setembro projeto que passa a oferecer o Leaf em todas as regiões e prevê mais do triplicar as vendas do modelo no Brasil

Por ZECA CHAVES, AB
  • 19/07/2021 - 18:03
  • | Atualizado há 1 month
  • 2 minutos de leitura

    A Nissan anunciou nesta segunda-feira, 19, que vai aumentar em seis vezes o tamanho da sua rede de concessionárias que vendem o modelo elétrico Leaf no Brasil. Hoje disponível apenas em 7 lojas distribuídas em 5 Estados mais o Distrito Federal, o carro começa a ser comercializado a partir de setembro em 44 lojas localizadas em 16 unidades da federação, passando a estar disponível em todas as regiões do País.

    Com o aumento da oferta, a Nissan tem certeza que as vendas do Leaf vão mais do que triplicar – no último ano e meio foram vendidas 186 unidades. “A gente quer comercializar neste ano fiscal mais de 500 Leaf, que é mais o que todo o segmento de carros elétricos vendeu no ano passado”, explica Tiago Castro, diretor sênior de marketing e vendas da montadora. O ano fiscal da Nissan se encerra no dia 31 de março.

    Publicidade



    Os próximos meses serão usados para a preparação final das concessionárias, o que inclui treinamento dos funcionários de vendas e de manutenção e a finalização da infraestrutura das oficinas, além da adequação do serviço de atendimento de pós-venda da Nissan. Com isso, qualquer proprietário de Leaf poderá fazer gratuitamente a recarga rápida do seu carro em todas as 44 revendas.

    A expansão da rede Nissan faz parte da segunda fase do plano de eletrificação da marca, que começou em 2019 com o lançamento do Leaf. Além do aumento do número de revendas, essa etapa visa ainda estabelecer novas parcerias que ajudem a desenvolver a tecnologia dos carros elétricos no Brasil, contribuir para aumentar a infraestrutura de recarga no País e desmistificar os elétricos no mercado nacional.

    Também presente durante o evento de anúncio da expansão da rede, o presidente da Nissan Mercosul e diretor geral para o Brasil, Airton Cousseau, disse que a empresa está estudando trazer novos veículos eletrificados, mas que nada ainda está definido. "Já estamos fazendo testes no Brasil para saber se podemos introduzir esses modelos. Com certeza a gente vai precisar ter esses veículos por aqui”, comentou Cousseau.

    Entre os modelos que estão sendo sondados para uma possível importação, destacam-se o SUV elétrico Ariya, sucesso de venda no exterior mas que é um veículo bem mais caro que o Leaf, e veículos equipados com a tecnologia e-Power, que utiliza um motor a combustão como gerador para produzir a energia que alimenta o motor elétrico.

    Veja a lista das concessionárias Nissan que vão comercializar o Leaf a partir de setembro.

    Amapá
    Macapá

    Amazonas
    Manaus

    Bahia
    Salvador

    Ceará
    Fortaleza

    Distrito Federal
    Brasília

    Espírito Santo
    Cachoeiro de Itapemirim

    Mato Grosso
    Cuiabá, Rondonópolis, Sinop

    Minas Gerais
    Belo Horizonte

    Goiás
    Goiânia

    Pará
    Ananindeua, Belém, Marabá

    Paraná
    Curitiba, Foz do Iguaçu

    Pernambuco
    Recife (2 lojas)

    Rio de Janeiro
    Rio de Janeiro (3 lojas)

    Rio Grande do Sul
    Caxias do Sul, Gravataí, Ijuí, Porto Alegre

    Santa Catarina
    Araranguá, Balneário Camboriú, Florianópolis

    São Paulo
    Campinas, Cotia, Franca, Guaratinguetá, Indaiatuba, Ribeirão Preto (2 lojas), Santo André, São José dos Campos, São Paulo (7 lojas)