Renault antecipa parada da produção no PR

Paralisação temporária de 7,5 mil empregados está prevista para durar até 14 de abril

Por REDAÇÃO AB
  • 23/03/2020 - 16:42
  • | Atualizado há 2 months
  • 52 segundos de leitura

    A Renault decidiu antecipar para a segunda-feira, 23, a paralisação em sua fábrica no Paraná que estava prevista para começar na quarta-feira, 25. O período inicial previsto da parada foi mantido. Os 7,5 mil empregados das linhas de produção de veículos, motores e fundição do Complexo Industrial Ayrton Senna, em São José dos Pinhais, vão permanecer em casa até o próximo dia 14 de abril.



    Segundo a Renault, a interrupção de suas atividades industriais no Brasil foi antecipada em reação às informações do Ministério da Saúde, divulgadas no início da noite da sexta-feira, 20, de que todo o território nacional está sob o status de transmissão comunitária do coronavírus (Covid-19), o que levou a empresa a desistir dos dois dias de produção para se precaver de possível proliferação da doença em suas dependências e nas residências de seus funcionários e parentes.

    A Renault informa ainda que as medidas adotadas são parte das ferramentas da flexibilização da jornada de trabalho de seus empregados já previstas em Acordo Coletivo de Trabalho.