Renault vai produzir dois carros para a Mitsubishi na Europa

O Eclipse Cross PHEV e os dois novos modelos deverão aumentar as vendas da Mitsubishi na Europa com baixo custo

Por REDAÇÃO AB
  • 11/03/2021 - 14:25
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura
    A Renault anunciou na quinta-feira, 11, que vai produzir dois novos modelos para a Mitsubishi a partir de 2023, dentro da sua cooperação operacional Aliança, que inclui ainda a Nissan.

    Os dois modelos irmãos, que terão as plataformas compartilhadas entre as duas marcas, serão projetados pela Renault e produzidos na sua fábrica, mas vendidos pela Mitsubishi com as devidas modificações para se adaptar ao DNA da marca japonesa.

    As duas empresas divulgaram poucas informações sobre os dois veículos, apenas informaram que “um mix do modelo Eclipse Cross PHEV da Mitsubishi assim como os veículos irmãos desenvolvidos pela Renault farão com que a Mitsubishi Motors seja mais competitiva no mercado”.

    Esse é um movimento que traz um duplo benefício para os dois fabricantes, além da redução de custo. Para os japoneses é a oportunidade de ampliar a participação num mercado competitivo e que costuma exigir um desenvolvimento de produto mais específico. Para a Renault, ajudará a reduzir a ociosidade das fábricas francesas na região.

    A Renault tem uma meta de reduzir seus gastos em mais de 2 bilhões de euros em custos e cortar 14.000 empregos, sendo 4.000 na França. Já o plano da empresa japonesa é cortar os custos fixos em 20% dentro de dois anos.

    No comunicado oficial, a Mitsubishi ressaltou que o movimento faz parte da estratégia da empresa de aproveitar a Aliança para crescer no mercado europeu, reduzindo custos de desenvolvimento de novos projetos para a região.

    “A Mitsubishi Motors tem implementado reformas estruturais na Europa e a decisão anunciada em julho de 2020 em nosso plano de médio prazo de suspender o desenvolvimento de novos modelos para o mercado europeu continua em vigor. Graças a este acordo, poderemos comercializar novos produtos desenvolvidos e fabricados na Europa – paralelamente à atividade de pós-venda da Mitsubishi Motors”, explicou Takao Kato, CEO da Mitsubishi Motors.

    A Renault destacou o aumento de produtividade que a iniciativa vai trazer para suas linhas de produção na Europa. “Essa iniciativa, pragmática e fundamentada na criação de valor, contribuirá para a atividade de nossas fábricas e a presença geográfica de nosso parceiro – e poderá ser vista nas ruas europeias. Este belo projeto responde às expectativas de todos os parceiros em termos de design, da regulamentação e do negócio”, disse Luca de Meo, CEO do Grupo Renault.