Roberto Cortes e Philipp Schiemer são os novos presidentes da AHK no Rio e São Paulo

Roberto Cortes (esq.) é o novo presidente da AHK-RJ e Philipp Schiemer da AHK-São Paulo (Foto: AHK SP/Carlo Ferreri)

Por REDAÇÃO AB
  • 15/03/2019 - 15:26
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura
    A Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, nomearam seus novos presidentes para o biênio 2019-2020 em São Paulo (AHK-São Paulo) e no Rio de Janeiro (AHK-RJ). Para São Paulo, assumiu Phillipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO para América Latina, e no Rio de Janeiro, Roberto Cortes, CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus. A instituição, sem fins lucrativos, tem como objetivo apoiar acordos entre empresários do Brasil e da Alemanha.

    Schiemer sucederá Wolfram Anders, vice-presidente executivo da Bosch no Brasil, e que estava no cargo desde o fim de 2014, quando assumiu o posto interinamente após a saída de seu antecessor, Thomas Schmall, quando voltou para a Volkswagen da Alemanha. Em março do ano seguinte, Wolfram assumiu como presidente eleito, sendo reeleito para a gestão 2017-2018.

    Em São Paulo, Schiemer contará com a nova diretoria formada por André Clark (presidente e CEO da Siemens no Brasil), Maite Leite (CCO do Deutsche Bank Brasil), Manfredo Rübens (presidente da Basf para a América do Sul), Martin Duisberg (chief representantive do DZ Bank) e Tom Maes (diretor sênior de vendas para a América do Sul do Lufthansa Group).

    “Assumir essa responsabilidade tem um significado muito importante para mim. Gostaria que juntos, como indústria alemã, construíssemos um Brasil mais competitivo e pronto para o futuro. Tenho certeza que com a contribuição de todos e com a equipe profissional da Câmara Brasil-Alemanha, isso será possível”, declarou Schiemer em seu primeiro discurso na cerimônia de posse na noite de quinta-feira, 14.

    O novo presidente da AHK-RJ, Roberto Cortes, já assume com compromissos a fim de promover uma maior integração entre os países. O executivo estará à frente da negociação para implementar no Brasil o sistema de ensino dual, método criado na Alemanha em que o aprendizado de nível superior é dividido entre aulas na faculdade e vivência prática empresarial desde o início de seu curso.

    Como fruto do incentivo da AHK-RJ, a primeira faculdade a adotar o sistema será a Associação Educacional Dom Bosco, em Resende (RJ), que contará com a parceria da Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO).