Sandero sofre para obter 3 estrelas e novo HB20 recebe 4

Última edição de 2019 do Latin NCap revela fragilidades dos modelos produzidos no País

Por REDAÇÃO AB
  • 11/12/2019 - 16:55
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 2 minutos de leitura

    O recém-atualizado Renault Sandero e suas derivações Logan e Stepway (com produção no Brasil, Argentina e Colômbia) obtiveram apenas 3 estrelas para proteção de adultos na décima e última bateria de 2019 dos testes do Latin NCAP. Os carros haviam alcançado uma única estrela para a proteção de ocupantes adultos (e quatro para crianças) em 2018 e meses atrás este ano. Também se esperava mais do novo Hyundai HB20, avaliado no mesmo período (leia mais abaixo adiante).

    A linha 2020 destes Renault, lançada em julho no Brasil, recebeu maior quantidade de aços de alta resistência na construção da carroceria, por isso melhorou seus resultados nos crash tests, e adotou o controle eletrônico de estabilidade (ESC) em parte das versões, o que não ajudou na nota porque o sistema não está presente na maioria das unidades vendidas do modelo, como prevê o protocolo do Latin NCAP.

    No impacto lateral, porém, o Sandero mostrou significativa intrusão e baixa proteção para o peito, apesar de haver airbags de tórax e cabeça, levando o modelo a alcançar, novamente, o resultado de uma única estrela para proteção de ocupantes adultos nesse teste, como em 2018.

    Segundo resultados do Latin NCAP, o impacto frontal mostrou uma estrutura instável, mas melhor que nos testes anteriores. O impacto lateral de poste atendeu aos requisitos de proteção da cabeça para alcançar a qualificação máxima.

    A proteção dos ocupantes infantis manteve quatro estrelas. O modelo não oferece a possibilidade de desativar o airbag do passageiro frontal (para os casos em que se instala ao lado do motorista uma cadeirinha infantil voltada para trás). O Sandero proporciona ancoragens Isofix e cintos de segurança de três pontos em todas as posições como equipamento padrão. De acordo com o Latin NCAP, os novos resultados são válidos no Brasil para carros produzidos a partir de 24 de abril deste ano.

    NOVO HB20: 4 ESTRELAS PARA ADULTOS, 3 PARA CRIANÇAS


    O novo Hyundai HB20 alcançou 4 estrelas para a proteção de ocupantes adultos e 3 para crianças. O hatch traz dois airbags frontais (obrigatórios) e ESC como equipamento opcional, atendendo aos requisitos de disponibilidade do Latin NCAP em todas as versões.

    Embora tenha demonstrado boa proteção para os ocupantes no impacto frontal, no impacto lateral a proteção torácica para adulto foi fraca - fez falta o airbag lateral. Ainda de acordo com o Latin NCAP, o modelo ofereceu boa proteção para um boneco de um ano e meio utilizando a cadeirinha com ancoragens Isofix e instalada voltada para trás.

    Já a proteção do dummy de três anos mostrou um descolamento no encosto do banco traseiro, puxado pela ancoragem superior da cadeirinha, causando assim um movimento excessivo da cabeça para a frente, embora ainda abaixo dos limites aceitos.

    Vale recordar que o carro mais vendido do segmento (e do Brasil), o novo Chevrolet Onix, alcançou 5 estrelas recentemente com a inclusão de seis airbags de série e ESC de série em todas as versões.

    O parecer do Latin NCap indica que a Hyundai já busca uma solução para o descolamento do encosto. Mas a análise divulgada aponta que a sinalização das ancoragens Isofix não atende aos requisitos do Latin NCAP e o airbag do passageiro não pode ser desconectado se uma cadeirinha estiver instalada no banco do passageiro e voltada para trás. Nos novos testes do Latin NCAP, o Corolla brasileiro recebeu nota máxima.

    Assista abaixo aos vídeos dos testes de Sandero e HB20: