Scania entrega primeiro caminhão a gás do Sul do País

Scania investiu R$ 30 milhões para produzir caminhões a gás em São Bernardo do Campo (SP)

Por REDAÇÃO AB
  • 18/06/2020 - 13:06
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    A Scania entregou nesta semana o quinto caminhão movido a GNV e/ou biometano do Brasil para o Grupo Charrua. O veículo é o primeiro desse tipo na Região Sul. Com a nova venda, a marca chega a 23 modelos comercializados, sendo 18 para a Pepsico.

    A concessionária Brasdiesel (RS) foi a responsável pela venda e dará o suporte operacional e da manutenção do modelo R 410 6x2. O caminhão será usado no transporte de gás natural veicular pela Charrua Gás para atender clientes do Rio Grande do Sul, como indústrias e postos de combustível.

    “O objetivo das empresas é a transição para um sistema de transporte mais sustentável. A Scania vem liderando esta transformação. Para nós, não existe apenas um modelo sustentável e cada país adotará as tecnologias que melhor se encaixem em sua realidade”, afirma o vice-presidente de operações comerciais da montadora, Roberto Barral.

    “O Grupo Charrua está sempre se atualizando e saindo na frente em seus negócios. A vantagem do motor a gás, de imediato, despertou o interesse”, afirma o gerente de vendas da Brasdiesel Lajeado, João Elton Heinen. A Scania investiu R$ 30 milhões em São Bernardo do Campo (SP) para produzir os modelos a gás.

    Os veículos a gás natural veicular (GNV) e/ou biometano fabricados pela montadora são apropriados para médias e longas distâncias. Seus motores de ciclo Otto (mesmo conceito dos automóveis a gasolina, etanol ou flex) consomem 100% gás, biometano ou a mistura de ambos. Não se trata de motores convertidos do diesel para o gás. Eles têm garantia de fábrica e são 20% mais silenciosos, segundo a Scania.