Schaeffler reduz salários, jornada e suspende contratos em Sorocaba

Maioria dos 2.976 empregados aprova proposta em assembleia

Por REDAÇÃO AB
  • 07/05/2020 - 19:22
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura


    Os empregados da Schaeffler em Sorocaba (SP) aprovaram acordo de redução de jornada e salário por 90 dias negociado pelo sindicato local dos metalúrgicos, o SMetal, com base na Medida Provisória 936 editada pelo governo para permitir a flexibilização de relações trabalhistas diante da pandemia de coronavírus que paralisou grande parte da indústria no País. Na mesma assembleia virtual realizada entre 5 e 6 de maio foi aprovada a suspensão de contratos de trabalho por 60 dias para funcionários que pertencem ao grupo mais vulnerável ao contágio pela Covid-19, com manutenção de salários e benefícios.



    Para ambos os casos, suspensão ou redução de jornada e salários, a empresa garantiu estabilidade no emprego até 30 de novembro. Segundo o SMetal, o acordo foi negociado com perda salarial menor do que a prevista na legislação emeergencial. “Com a MP do governo, o rendimento dos funcionários cairia consideravelmente. A negociação do sindicato e a pressão dos trabalhadores possibilitaram um maior complemento da empresa, chegando ao salário líquido ou mais próximo a esse valor”, conta Leandro Soares, presidente do SMetal.

    O sindicato informou que dos 2.976 trabalhadores da Schaeffler Sorocaba aptos a votar, 2.304 (77,42%) participaram da assembleia virtual que aprovou a proposta com 84,38% de votos favoráveis, 12,93% contrários e 2,69% abstenções.

    Também foi aprovado um aditamento ao Programa de Participação nos Resultados (PPR) de 2020, que havia sido aprovado em 2019 como parte de um acordo de dois anos. Segundo o SMetal, a Schaeffler comunicou que não pagaria a primeira parcela do PPR que deveria ser depositada esta semana, o que levou os trabalhadores a aprovar na última quinta-feira, dia 30, um comunicado de greve na empresa. Após mais negociações, os empregados concordaram em transferir o pagamento para junho próximo.