Sindicato confirma 750 demissões na Ford até o fim do mês

Wagner Santana (à esquerda) e Rafael Marques estiveram com trabalhadores da Ford de São Bernardo do Campo

Por REDAÇÃO AB
  • 17/07/2019 - 19:42
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 47 segundos de leitura

    O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (SMABC) confirmou 750 demissões na Ford até o fim de julho em razão da decisão da montadora de interromper a produção no ABC. Em assembleia na manhã de terça-feira, 16, a entidade que reúne os trabalhadores passou orientações sobre o pacote de indenização e também informações sobre as negociações da montadora com possíveis compradores da planta.

    “Para não haver dúvidas, iremos cobrar que o potencial comprador assuma o compromisso com o sindicato de participação dos trabalhadores da Ford no futuro processo seletivo”, afirma Wagner Santana, presidente do SMABC.




    Rafael Marques, ex-presidente da entidade, recorda que ainda não há confirmação da venda da planta da Ford. “Manter a fábrica em operação é importante para viabilizar a negociação ao oferecer produtos ao mercado e mantendo o maquinário e a estrutura em funcionamento. Temos grande esperança que a negociação termine de maneira positiva”, diz Marques.