Termina a greve na General Motors de Gravataí (RS)

Trabalhadores aceitaram proposta do TRT

Por MÁRIO CURCIO, AB
  • 29/04/2013 - 18:32
  • | Atualizado há 2 months
  • 53 segundos de leitura
    Terminou a greve que afetava desde quinta-feira, 25, a fábrica da General Motors de Gravataí (RS), onde são produzidos os Chevrolet Celta, Onix e Prisma. Em assembleia realizada na tarde de segunda-feira, 29, os trabalhadores aceitaram a proposta de conciliação apresentada no dia 26 pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Porto Alegre (RS).

    Dessa forma, os metalúrgicos receberão 9,5% de reajuste salarial, R$ 9.650 por 100% das metas do Programa de Participação nos Resultados (PPR), R$ 3 mil de abono salarial e R$ 1,2 mil como piso salarial.

    Em 6 de maio haverá o pagamento do abono mais a primeira parcela da PPR. Também foi estabelecida a antecipação de 50% do 13º salário para o dia 29 de maio. A partir de 1º de maio passa a valer a nova jornada semanal, reduzida de 42 para 41 horas. Os trabalhadores da unidade também conquistaram 1% de reajuste extra para cada cinco anos de casa.

    A unidade de Gravataí produz 1,2 mil carros por dia em três turnos de trabalho. Ainda não se sabe quantos carros deixaram de ser montados. “Na terça, 30, teremos audiência no TRT com os sistemistas”, diz o diretor de patrimônio do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí, Noeldi Leal Trindade.

    Ele afirma que houve paralisação em parte dos fabricantes de autopeças do complexo de Gravataí, o que já afeta a produção dos automóveis.