Toyota fornecerá 3,7 mil veículos eletrificados para os Jogos Olímpicos de 2020

Concept-i: uma versão funcional do conceito autônomo é um dos destaques da frota elétrica que a Toyota prepara para as Olimpíadas de 2020

Por REDAÇÃO AB
  • 23/08/2019 - 19:55
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 2 minutos de leitura

    A Toyota confirmou na sexta-feira, 23, que vai fornecer 3,7 mil veículos eletrificados, incluindo versões exclusivas, para apoiar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos no Japão, que ocorrem entre 24 de julho e 9 de agosto do próximo ano em Tóquio. Como patrocinadora oficial, a empresa utilizará o evento como vitrine de suas maiores inovações visando o futuro de uma mobilidade para todos, com foco em sustentabilidade e em um core business que vai além da produção de automóveis.

    Do total que será fornecido, 2,7 mil serão carros eletrificados e vão compor a frota oficial. Com isso, a montadora quer atingir o menor nível de emissões já registradas por frotas oficiais usadas no evento.

    Entre os veículos eletrificados, estão incluídos modelos híbridos (HEV), elétricos com células de combustível (FCEV) como o Mirai movido a hidrogênio e o ônibus Sora, os híbridos plug-in (PHEV), como o Prius. Entre os elétricos, serão fornecidas 500 unidades do Mirai e outros 850 veículos elétricos a bateria (BEV), a maior frota elétrica já registrada até hoje em Jogos Olímpicos.


    Mirai: elétrico movido a célula de hidrogênio
    Já entre os 100% elétricos movidos a bateria a empresa apresentará itens como o APM (Accessible People Mover) e o e-Palette, um conceito de cabine móvel mostrado no Consumer Electronics Show 2018 e que servirá para o transporte de pessoas ao redor da Vila Olímpica.


    Interior do e-Palette

    A grande novidade fica por conta do autônomo Concept-i, um conceito apresentado em 2017 e cuja versão funcional estará nos Jogos Olímpicos. Segundo a empresa, o modelo com capacidade para quatro passageiros demonstrará o conceito de direção autônoma no nível 4 e suas funções, incluindo o conversa de agente, que usa inteligência artificial para interagir com as pessoas a bordo.


    Concept-i: conceito com direção autônoma Nível 4

    Também estão incluídos um tipo de triciclo em que a pessoa fica de pé, outro como um tipo de scooter para pessoas com mobilidade reduzida, além de um mini-reboque que conecta cadeiras de rodas e as puxa. Serão preparadas cerca de 300 unidades desses dispositivos para uso da segurança e da equipe médica. Todos os três são alimentados por bateria com um alcance de quase dez quilômetros.


    Triciclo em pé e scooter

    Cálculos preliminares sugerem que a média de CO2 que será emitida pela frota disponível para Tóquio 2020 será, em média, inferior a 80 g/km de CO2, uma redução pela metade quando comprada à quantidade típica de uma frota de tamanho similar com modelos convencionais movidos a gasolina e a diesel.

    Parte dos modelos também serão equipados com sistemas de segurança ativa, já disponíveis comercialmente pela Toyota em alguns de seus veículos. Entre eles, estão o Toyota Safety Sense e o Lexus Safety System, além da tecnologia Smart Stop Technology (SST), projetada para auxiliar na frenagem em caso de aplicação incorreta não intencional do pedal de aceleração.


    APM: tipo de veículo acessível