Toyota lança popular no Japão

Produzido pela Daihatsu, Pixis concorrerá no semento de entrada, até 660 cc

Por Mário Curcio, AB
  • 26/09/2011 - 11:05
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    <style type="text/css"> .texto { font-family: Verdana, Geneva, sans-serif; font-size: 10px; color: #666; } .texto { text-align: left; } </style>

    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Mário Curcio, AB

    A Toyota colocou no mercado japonês seu primeiro kei jidosha ou kei car, o Pixis. O modelo é fornecido pela Daihatsu, que já produz um veículo semelhante, o Move Conte. Naquele mercado, os kei jidoshas são equivalentes aos populares brasileiros porque têm menor tributação. No Japão, contudo, para se enquadrar nessa categoria não se pode ter mais de 660 cc de cilindrada nem exceder os 3,4 metros de comprimento. No Brasil, a cilindrada máxima é de 1.000 cc e não há restrições à carroceria.

    A Toyota entra agora num segmento importante para o Japão, já que responde por um terço das vendas daquele mercado. O carro custa em ienes o equivalente a R$ 29.500. A montadora lançará outro kei car em 2012 e pretende vender 60 mil unidades por ano desses carrinhos.

    O Brasil já vendeu dois destes modelos nos anos 1990, o Daihatsu Cuore e o Subaru Vivio. Este último teve seu nome criado a partir da mistura entre algarismos romanos e a cilindrada máxima estabelecida para o segmento (VI-VI-0, ou 6-6-0).