Tupy desenvolve motor a hidrogênio mais eficiente do mundo

Hidrogênio é visto como alternativa viável para uso no transporte

Por REDAÇÃO AB
  • 08/07/2021 - 17:36
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    A Tupy, multinacional brasileira do setor metalúrgico, está trabalhando em parceria com a Westport Fuel Systems (líder global em combustíveis alternativos) e a AVL List, a maior empresa independente do mundo no desenvolvimento, simulação e teste na indústria automotiva, no desenvolvimento de um motor de combustão interna de alta eficiência, movido a hidrogênio e destinado ao uso no transporte de cargas.

    Especialistas apostam no hidrogênio como alternativa de fonte de energia para aplicações no transporte de cargas, já que, além de ser neutro em carbono, o gás pode ser reabastecido rapidamente e ser usado para alimentar células de combustível e motores a combustão interna. Estes propulsores, aliás, ainda têm a vantagem de permitir o uso de bases tecnológicas já existentes, o que pode ser fundamental para garantir o seu custo acessível para caminhões e ônibus que rodam longas distâncias.

    Publicidade



    Assim, para reduzir o consumo de combustível dos motores atuais que já utilizam hidrogênio – e, consequentemente, aumentar sua eficiência – a Tupy, a Westport e a AVL vão trabalhar no desenvolvimento de um sistema de injeção direta de alta pressão, componente que requer materiais e tecnologias de fundição e de usinagem superiores (a especialidade da Tupy).

    A AVL concluiu com sucesso o desenvolvimento do motor AVL HydrogenEngine em colaboração com a Universidade de Tecnologia de Graz, na Áustria, no início deste ano, enquanto a Westport realizou testes bem-sucedidos com veículos pesados usando hidrogênio e um sistema de injeção direta de alta pressão. De acordo com a empresa brasileira, os primeiros resultados do trabalho em parceria são esperados para o início de 2022.

    “Acreditamos que nosso conhecimento técnico e colaboração com clientes e universidades nos permitem desempenhar um papel importante no processo de descarbonização. Estamos estudando novos materiais, geometrias e usinagem que visam melhorar o desempenho de novos combustíveis alternativos de baixo carbono. Nessa busca por uma solução de transporte carbon-free e com custo viável, fazer parceria com empresas como a AVL e a Westport é gratificante”, afirmou Fernando de Rizzo, CEO da Tupy.