Uruguai pode montar veículos da marca Geely

Nordex foi procurada por chineses para produzir carros de passeio

Por Mário Curcio, AB
  • 15/08/2011 - 17:18
  • | Atualizado há 2 months
  • 2 minutos de leitura

    <style type="text/css"> .texto { font-family: Verdana, Geneva, sans-serif; font-size: 10px; color: #666; } .texto { text-align: left; } </style>

    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Mário Curcio, AB
    De Montevidéu, Uruguai


    A empresa uruguaia Nordex, que atualmente monta o caminhão Kia Bongo no Brasil, pode produzir carros de passeio da Geely. A revelação foi feita pelo diretor executivo da companhia, Federico de Posadas, durante visitação às linhas de montagem da planta Ernesto Soler. “A capacidade inicial seria de 10 mil unidades por ano”, disse o executivo a um pequeno grupo de jornalistas.

    De Posadas teria sido procurado pela empresa chinesa, mas não revelou qual modelo sairia de uma de suas linhas de produção. Atualmente a empresa monta o Kia Bongo, um caminhão pesado Renault com opções de motor de 300, 320, 380 e 440 cv e dois caminhões chineses Dongfeng, vendidos com a marca Aeolus para o mercado uruguaio e como DFM para a Argentina. Eles utilizam motores Cummins entre 115 cv e 125 cv e têm carga útil entre 4.025 e 5.400 quilos.

    Agrupados no pátio da fábrica (cuja área total é de 94.500 metros quadrados), os caminhões dividem espaço com os Kia Bongos que serão embarcados ao Brasil. Trabalhando como montadora terceirizada de veículos, a Nordex existe há 49 anos e fica numa área distante do centro urbano de Montevidéu. É a única da América do Sul a montar caminhões Renault.

    Em sentido horário, o caminhão Renault, maior modelo produzido pela Nordex no Uruguai. A linha com operários em primeiro plano monta o Kia Bongo. No pátio, em destaque, dois caminhões Dongfenf. O da esquerda tem 125 cv e leva 5.400 kg de carga útil; o outro, com 115 cv, transporta 4.025 kg. Estes são vendidos nos mercados uruguaio e argentino.