Venda de motocicletas registra nova queda em novembro

Houve recuo de 7% na comparação com outubro, mas atraso nas entregas de motos novas diminuiu

Por REDAÇÃO AB
  • 02/12/2020 - 14:20
  • | Atualizado há 2 months
  • 54 segundos de leitura
    De acordo com os números divulgados pela Fenabrave (associação que reúne os distribuidores autorizados) na quarta-feira, 2, o sinal de alerta deve seguir aceso no mercado brasileiro de motocicletas. Após exibir evolução nas vendas desde maio, o setor registrou queda de 3,5% em outubro em relação ao mês anterior e em novembro a retração mensal dobrou para 7%. Foram 89,4 mil motos novas licenciadas no penúltimo mês de 2020. Em compensação, quando comparado com novembro de 2019 (88,4 mil), o resultado é positivo em 1,2%.

    “A falta de peças ainda preocupa os fabricantes, mas as montadoras conseguiram reduzir o prazo médio de entrega, de 37 dias em outubro para 25 em novembro”, afirmou Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave. “Outro fator positivo para o segmento é a oferta de crédito, que vem se mantendo em um bom nível, com quase seis cadastros aprovados a cada dez propostas apresentadas”, completou.

    No acumulado de janeiro a novembro deste ano, o mercado totalizou 816,6 mil motocicletas emplacadas, contra 983,4 mil unidades no mesmo período do ano passado, o que significa recuo de 17%. No ranking de vendas histórico (desde 1957), novembro de 2020 ocupa a 12ª posição entre todos os meses de novembro, enquanto o acumulado de 2020 está na 15ª colocação na classificação histórica.



    - Faça aqui o download dos dados de emplacamentos consolidados pela Fenabrave
    - Veja outras estatísticas em AB Inteligência