Vendas mundiais do Grupo Volkswagen crescem 7,5%

Europa sozinha absorveu 2,8 milhões de veículos no acumulado até julho

Por REDAÇÃO AB
  • 17/08/2018 - 19:43
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    As vendas mundiais do Grupo Volkswagen somaram no acumulado de janeiro a julho 6,4 milhões de veículos, resultando em importante alta de 7,5% sobre igual período do ano passado. O destaque no período vai para a Europa, que absorveu 2,8 milhões de unidades e cresceu 8,7%.

    O mercado chinês teve crescimento próximo a 8% no período. Os 2,3 milhões de veículos do grupo entregues no país asiático foram pouco menos do que a companhia vendeu a todos países da Europa Ocidental juntos. Em contrapartida, o desempenho do Grupo VW na América do Norte foi quase o mesmo anotado na comparação interanual, com 546,4 mil veículos entregues e apenas 0,4% de alta. O fraco desempenho decorre da queda das vendas no México. Os Estados Unidos, maior mercado da região, somaram 365,9 mil unidades e aumento modesto de 6,5%. Mas permitiu que a região fechasse suas vendas no positivo.

    Os resultados da América do Sul indicam 332,2 mil unidades e alta de 13,6%, apesar da retração no mercado argentino. O Brasil continua alavancando os resultados da região, onde o Grupo VW entregou 210 mil unidades, 25,1% a mais que nos mesmos sete meses do ano passado.

    VENDAS POR MARCA


    Os automóveis da marca-mãe Volkswagen sustentaram mais da metade das vendas do grupo no período, com 3,6 milhões de unidades e alta de 6,5% na comparação interanual.

    O crescimento da Audi permanece moderado. Com 1,1 milhão de carros no período, ficou abaixo dos 5%. Também modesto foi o crescimento da Porsche, 4,7%, decorrente da venda de 152,9 mil unidades. Até o ano passado a marca registrava altas mais significativas em decorrência do Macan.

    A marca tcheca Skoda mantém bom ritmo de alta. Entregou mais de 750 mil veículos no período e cresceu 12%. A espanhola Seat teve alta mais expressiva, 20,1%, mas com volume mais modesto, 342,7 mil unidades.

    No segmento de veículos comerciais o crescimento mais expressivo ocorreu para a MAN, com 76,5 mil veículos entregues e alta de 23,5%.

    Veja abaixo as vendas do grupo por região e por marca: