Vendas recuam, superam 1 milhão no ano só no último dia de junho

Concessionária Fiat: domínio de mercado ampliado em junho

Por PEDRO KUTNEY, AB
  • 30/06/2021 - 16:25
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    Com quase 158 mil emplacamentos de veículos leves registrados até a terça-feira, 29, junho confirma a desaceleração das vendas já observada na primeira quinzena do mês, deverá fechar com queda de aproximadamente 5% em comparação a maio, que foi o segundo melhor resultado de 2021. Somente no último dia útil de junho os licenciamentos acumulados desde janeiro superaram a barreira de 1 milhão de unidades – foram 998,8 mil até o dia 29 –, o que deve resultar em recuperação de 31% sobre o volume do primeiro semestre de 2020, quando a pandemia de coronavírus afetou severamente o mercado.

    Publicidade



    Com algumas fábricas paradas por falta de componentes, estoques baixos, atrasos nas entregas e preços em alta média de 11% este ano, o volume diário de vendas recuou em junho, chegando a 7.896 emplacamentos por dia, considerando 20 dias úteis até ontem, resultado 5,4% menor do que os 8.349 veículos leves emplacados em cada um dos 21 dias úteis de maio.

    Apesar das dificuldades ainda impostas pela pandemia, a marca de 1 milhão de emplacamentos este ano chegou 42 dias antes do que em 2020, quando este volume só foi atingido em 14 de agosto. Mas o primeiro milhão de 2021 está 33 dias atrasado em relação a 2019, que registrou o número em 27 de maio.

    STELLANTIS AMPLIA DOMÍNIO DO MERCADO



    Com 314,7 mil veículos das marcas Fiat, Jeep, Peugeot e Citroën emplacados de janeiro a 29 de junho, a Stellantis segue ampliando seu domínio sobre o mercado brasileiro, com quase um terço das vendas no período (31,5%). A Fiat segue na liderança isolada, com 220,4 mil emplacamentos e 22,1% de participação no acumulado do ano.

    Em junho, até o dia 29, o domínio da Stellantis é ainda maior: 37,5% das vendas, com 59,3 mil emplacamentos das quatro marcas, sendo a Fiat sozinha com 41,1 mil veículos vendidos, equivalente a 26% de market share, quase dois pontos porcentuais em relação à participação de 24,2% registrada na primeira quinzena do mês.