Volkswagen revela mais detalhes sobre o Nivus, SUV desenvolvido no Brasil

Nivus recebe motor flex 200 TSI, que produz até 128 cv com etanol. Câmbio é automático de 6 marchas

Por MÁRIO CURCIO, AB
  • 15/04/2020 - 18:35
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    A Volkswagen revelou mais detalhes do Nivus, um SUV desenvolvido no Brasil. O carro será produzido na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). Foi criado sobre a plataforma modular MQB, a mesma sobre a qual são montados no ABC o Polo e o sedã Virtus.

    A arquitetura MQB também deu origem ao T-Cross, este fabricado em São José dos Pinhais (PR). O Nivus foi desenvolvido pela equipe de designers e engenheiros da Volkswagen América do Sul e será o primeiro modelo concebido localmente a ser fabricado e vendido no mercado europeu. Um dos destaques do lançamento é a nova central multimídia VW Play, com tela de alta definição e diversas funcionalidades.

    “Nos últimos 12 meses fizemos muitas coisas que serão anunciadas na próxima semana. O Nivus foi 100% desenvolvido no Brasil, não só no design, mas em toda a parte de infoentretenimento. Terá um menu interativo que quem vai comandar é o consumidor”, afirma o presidente e CEO da Volkswagen América Latina, Pablo Di Si.



    Com 4,27 metros de comprimento, o Nivus tem tamanho semelhante ao do Chevrolet Tracker e é quase 7 cm maior que o Volkswagen T-Cross. O porta-malas do novato comporta 415 litros. O powertrain é o mesmo usado por outros modelos montados pela VW no Brasil sobre a MQB. O motor é o 200 TSI, 1.0 de três cilindros com turbo e injeção direta de combustível. Produz até 128 cavalos quando abastecido com etanol. A transmissão é automática de seis marchas.


    Novo Volkswagen tem porta-malas para 415 litros e mede 4,27 m, quase 7 cm a mais que o utilitário esportivo T-Cross

    A lista de equipamentos informada pela Volkswagen inclui luzes diurnas de LED, rodas de 17 polegadas e controlador de velocidade ACC, que permite ao motorista ajustar a velocidade e a distância que deseja trafegar em relação ao veículo à frente.

    Outro item citado pela Volkswagen é o AEB (Autonomous Emergency Brake), recurso que, ao identificar o risco de colisão frontal, freia o carro de maneira autônoma, evitando ou mitigando danos ao veículo ou ferimento ao motorista e passageiros.

    O pacote de segurança traz ainda o Front Assist, que utiliza um radar e sensores para monitorar o tráfego e alertar o motorista sobre possíveis colisões.