Votorantim critica preços da energia no país

Custo é o dobro do registrado na Europa e China.

Por Automotive Business
  • 07/08/2010 - 00:00
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura
    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Redação AB

    Rafael Rosas registrou no jornal Valor que o diretor do Grupo Votorantim, Raul Calfat, fez duras críticas ao custo da energia para clientes industriais no Brasil, que seria o dobro do que é cobrado na Europa e na China e dificulta expansões em setores intensivos em energia.

    "Na parte de alumínio privado, o aumento da energia reduz a competitividade", disse Calfat, lembrando que o grupo não desistiu de expansões no país, mas direciona novos investimentos para outros setores, como o de cimento, que depende menos de energia. Segundo o executivo o preço da energia industrial no Brasil é de US$ 87 por megawatt-hora sem impostos e encargos, valor que passa para US$ 155 por MW/h com os acréscimos.

    Na Europa, o valor é de US$ 90 por MW/h para os custos apenas com geração, distribuição e transmissão e pula para US$ 106 por MW/h com impostos. Na China, os patamares são de US$ 86 o MW/h antes de impostos e US$ 101 por MW/h com a tarifação.