Voyage 1.0 2013 foi o carro menos depreciado de janeiro a maio

Em ranking divulgado pela Auto Avaliar, 8 dos veículos 10 bons de revenda têm motor flex de 1 litro

Por MÁRIO CURCIO, AB
  • 25/06/2019 - 14:40
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    Os veículos com motorização 1.0 flex estão entre oito dos dez automóveis com menor desvalorização no acumulado de janeiro a maio de 2019. O carro menos depreciado neste período ante iguais meses o ano passado foi o Volkswagen Voyage 1.0 ano-modelo 2013. Seu valor de mercado (R$ 20,5 mil) recuou apenas 0,8%.

    Chama a atenção o segundo colocado no ranking, o Chevrolet Classic 2014, com valor médio de R$ 16,8 mil e queda de 1,87% ante iguais meses do ano passado. O sedã pequeno da GM mantém bom valor de mercado apesar de estar fora de linha. Os números foram divulgados pela Auto Avaliar, plataforma voltada ao comércio de seminovos adotada por mais 3 mil concessionárias e 30 mil lojistas multimarcas no País.

    Os dois únicos modelos com motorização superior a 1.0 na lista dos dez menos desvalorizados são o EcoSport 1.6 Freestyle 2014 (-3,66%) e o Chevrolet Agile LTZ 2011 (-4,29%).



    A Auto Avaliar também divulgou uma lista com os usados mais negociados nestes primeiros cinco meses e 2019. O Ford Ka 1.0 SE ano 2015 liderou os negócios pela plataforma, seguido do Fiat Uno 1.0 Vivace 2014. O Chevrolet Classic aparece bem colocado novamente, como o terceiro usado mais vendido, neste caso na versão LS 2012. Quatro modelos Chevrolet ocupam o ranking dos dez mais vendidos a partir da plataforma Auto Avaliar.



    No acumulado até maio, a plataforma Auto Avaliar registrou aumento de mais de 50% nas vendas sobre o mesmo período do ano passado. O destaque regional foi Santa Catarina, com uma ampliação de 387% das vendas no período, saltando de 517 veículos entre janeiro e maio de 2018 para 2,5 mil no mesmo período de 2019.

    Ainda na segmentação regional, os números do acumulado do ano apontaram avanço de 357% em Roraima, 306% em Sergipe, 160% no Rio Grande do Norte, 140% em Goiás e 137% no Espirito Santo.

    “Esse resultado demonstra a expressividade da venda on-line de usados e seminovos. Nossa presença é crescente em todas as regiões. É um segmento que só tende a crescer, em linha com os novos hábitos de consumo”, afirma o presidente da Auto Avaliar, J. R. Caporal.