VW Tiguan e Jetta mexicanos levam 5 estrelas no Latin NCAP

Volkswagen Tiguan (no alto) e Jetta ganharam cinco estrelas nos crash tests do Latin NCAP

Por PEDRO KUTNEY, AB
  • 26/09/2019 - 16:00
  • | Atualizado há 2 months
  • 2 minutos de leitura

    Apenas duas semanas após divulgar os bons resultados dos testes de segurança do Chevrolet Onix Plus, o Latin NCAP voltou a conferir cinco estrelas para mais dois carros comercializados na América Latina, os Volkswagen Tiguan e Jetta fabricados no México e também vendidos no Brasil. Na mesma etapa a entidade também testou o Ford Figo indiano vendido no mercado mexicano, que ganhou quatro estrelas. Esta foi a sétima rodada de crash tests realizada este ano nos laboratórios da ADAC em Landsberg, Alemanha, com o total de 15 carros já batidos e analisados de janeiro a setembro.

    Volkswagen Tiguan e Jetta, ambos equipados com seis airbags e controle de estabilidade (ESC) de série, ganharam a nota máxima na proteção para ocupantes adultos e crianças nos ensaios de colisões frontal, lateral e em poste. Os dois também receberam dois Advanced Awards cada um, por oferecer como equipamento opcional frenagem automática de emergência (AEB) e estrutura padrão apropriada para proteger pedestres em caso de atropelamento. O Latin NCAP avaliou que tanto o SUV como o sedã tiveram desempenho “sólido” em todos os testes. O Jetta, no entanto, perdeu um ponto no impacto lateral porque a porta dianteira se abriu, o que não é esperado, mas o demérito não foi suficiente para reduzir a nota geral.



    Assista aos testes de colisão do VW Tiguan


    Assista aos testes de colisão do VW Jetta




    “Incentivamos os fabricantes a continuar aprimorando os modelos para oferecer veículos cinco estrelas, seguindo o que já fizeram General Motors, Volkswagen, Seat e Toyota. Pedimos aos governos que incentivem e apoiem programas de informações independentes para os consumidores sobre segurança veicular o mais rápido possível. O Latin NCAP mostra que mudanças são possíveis na região”, disse Alejandro Furas, secretário geral do Latin NCAP.



    Além dos dois Volkswagen, nesta mesma rodada também foi avaliado o Figo, compacto fabricado pela Ford na Índia e vendido no México. O modelo equipado de série com quatro airbags e controle eletrônico de estabilidade (ESC) conseguiu 4 estrelas, tanto para adultos quanto para crianças. Apesar dos sistemas de segurança ativa e passiva, o Latin NCAP classificou como “instável” a estrutura do Figo, que durante o impacto frontal não foi capaz de suportar cargas mais altas. No impacto lateral, “foi observada uma intrusão importante no habitáculo”. Com isso, o teste de colisão em poste não foi feito. As versões hatch e sedã do Figo indiano foram recentemente renovadas. O modelo é similar ao Ford Ka brasileiro, mas o Latin NCAP destaca que o resultado do ensaio não é válido para o carro produzido no Brasil – em setembro do ano passado o Ka foi avaliado com três estrelas para adultos e quatro para crianças.



    Assista aos testes de colisão do Ford Figo




    “À medida que nos aproximamos da data efetiva dos novos protocolos [mais rígidos] do Latin NCAP [que serão adotados a partir de 2020], os fabricantes de veículos continuam a nos surpreender com bons e encorajadores resultados de modelos populares na região. Neste caso, os três modelos avaliados são populares no México, onde informações independentes para os consumidores são muito necessárias para melhorar rapidamente os carros do mercado”, afirmou Furas. “Infelizmente, não são esperadas melhorias em vários modelos populares vendidos na América Latina, uma vez que não podem ser avaliados devido a recursos limitados ou testes não obrigatórios pelos governos”, acrescenta.