VWCO persegue maior participação no Grupo Traton

Plano de expansão internacional e do portfólio sustentam estratégia para aumentar os volumes

Por REDAÇÃO AB
  • 29/05/2019 - 16:40
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    A operação da Volkswangen Caminhões e Ônibus tem fatia relevante nos volumes de vendas globais do Grupo Traton. Segundo resultados do primeiro trimestre do ano, a marca foi responsável por volta de 17% das vendas de pouco mais de 57,1 mil unidades negociadas pelas três marcas da corporação: MAN, Scania e VWCO. O presidente e CEO da VWCO, Roberto Cortes, no entanto, quer mais. Persegue meta de aumento de volumes, como foi apontada durante o Automotive Business Experience, ABX19, realizado na segunda-feira, 27, no São Paulo Expo.

    “Nosso objetivo é de aumentar a importância da operação da Volkswagen Caminhões e Ônibus no Grupo Traton. A estratégia de crescimento se alinha com que se atribui a cada uma das marcas, de fazer mais e melhor”, disse Roberto Cortes, presidente e CEO da VWCO.



    Por mais e melhor, Cortes revela que tem pela frente fatores a contar e planos determinados. Uma das chaves para o crescimento nos volumes de vendas, por exemplo, está na continuidade da recuperação do mercado de caminhões. “As vendas atuais não estão nem perto do potencial como sabemos”, diz Cortes para justificar suas expectativas.

    Depois, por uma segunda frente de ação, a fabricante reforça estratégia de internacionalização. “Aprendemos que devemos depender menos de um único mercado. Já atuamos em 30 países, mais ainda há oportunidades de crescimento de participação da Volkswagen Caminhões e Ônibus na América do Sul, México, África e Oriente Médio”, revela Cortes.

    Expansão de porfólio de produtos e de serviços empacotam a estratégia da marca para obter mais desempenho. No caso de veículos, Cortes revela interesse em particular nos extrapesados, categoria na qual a marca tem menos representação, e no que diz respeito a serviços adianta o lançamento da plataforma RIO para os próximos meses.