Yamaha renova R3, moto esportiva mais vendida do Brasil

Entre os faróis há agora uma nova abertura para passagem de ar para o radiador

Por REDAÇÃO AB
  • 22/07/2019 - 13:36
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    A Yamaha renovou a R3, a moto esportiva mais vendida no Brasil. Embora tenha mantido sem alterações o motor de 321 cc e 42 cavalos, a montadora realizou uma série de alterações no modelo. A R3 teve sua garantia aumentada de um para quatro anos. O preço inicial é de R$ 23.990.

    Para tornar a posição de pilotagem mais esportiva a Yamaha baixou a altura do guidão em 2,2 centímetros e a do tanque em 2 cm. Este manteve a capacidade total para 14 litros de gasolina porque ficou 31 cm mais largo.

    O painel de instrumentos agora é 100% digital. Entre os faróis há agora a abertura de um duto para entrada de par para o radiador. Os faróis principais usam LEDs e todas as carenagens (frontais e laterais) são novas. A Yamaha alterou também a suspensão dianteira, que conta agora com amortecedores invertidos. Essa mudança melhora o controle da moto porque reduz a massa não suspensa. Os freios recebem sistema antitravamento (ABS) de série, que se tornaram obrigatórios em 2018 para motos acima de 300 cc.

    A R3 foi lançada no Brasil em agosto de 2015. De lá para cá teve 6,4 mil unidades emplacadas. Assumiu a liderança entre as esportivas no ano de 2016. Neste primeiro semestre de 2019 ficou apenas dez unidades à frente da Kawasaki Ninja 400, mas esta renovação tende a abrir novamente a vantagem da R3 sobre a concorrente até o fim do ano.