Zen recebe prêmio por aumento de eficiência

Estande da Zen na Automechanika Frankfurt deste ano: eficiência reconhecida é pilar de sustentação para empresa brasileira manter sua forte presença internacional

Por PEDRO KUTNEY, AB | De Frankfurt (Alemanha)
  • 13/09/2018 - 18:20
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 2 minutos de leitura

    Muitos dos bons resultados da catarinense Zen (leia mais aqui), que nos últimos cinco anos elevou em 50% seu faturamento, estão diretamente relacionados ao expressivo aumento da eficiência de seus processos de produção na fábrica de Brusque (SC) ao longo desta década. Alguns índices comprovam essa trajetória: desde 2012, quando foram adotados sistemas de melhoria contínua baseados na filosofia japonesa kaizen, o custo da não-qualidade teve redução de 73%, a receita por empregado aumentou 60%, os incrementos de produtividade superam os 50% e o número de acidentes no trabalho caiu de 47 durante 2011 para zero nos últimos 450 dias.

    O comprometimento com qualidade e produtividade se reflete na satisfação dos clientes, que beira os 95% contra menos de 75% há sete anos, e garantiu maior competitividade, especialmente no exterior, sustentando as exportações para mais de 60 países que hoje representam quase 60% das vendas.

    Esse desempenho foi reconhecido pelo Kaizen Institute, organização que atua em mais de 35 países na promoção de conceitos para eliminação de desperdícios nas companhias, que escolheu o Sistema de Manufatura Zen (SMZ) como o melhor caso do ano na categoria Excelência no Sistema de Melhoria Contínua do Prêmio Kaizen Lean, concedido oficialmente à empresa na terça-feira, 11. Foi uma dupla premiação: o presidente da Zen, Gilberto Heinzelmann, que coordenou a implantação do sistema na unidade de produção desde sua chegada em 2012, na mesma noite recebeu o título de Embaixador Kaizen no Brasil.

    Heinzelmann não pôde receber a premiação porque esta semana estava em mais uma missão comercial no exterior, desta vez em Frankfurt, na Alemanha, onde a Zen apresenta seus produtos e mantém reuniões com clientes na Automechanika (leia mais aqui). Na feira o executivo contou à Automotive Business como o fabricante nacional de impulsores (pinos) de motores de partida e polias atingiu os melhores índices internacionais de produtividade.

    “Ganhamos esse importante reconhecimento sendo comparados com gigantes internacionais. O que fez diferença no nosso caso foi todo um processo de mudança de comportamento das pessoas na Zen, foi uma evolução cultural, todos assumiram a disciplina de tornar os processos mais eficientes de forma contínua, para sempre, com firmeza de propósito em fazer tudo certo de uma primeira vez. Essa ação é algo que não termina nunca e os resultados levam tempo para acontecer, mas quando acontecem refletem diretamente no caixa e na sustentabilidade da empresa”, disse Heinzelmann.



    A divisão equilibrada do faturamento da Zen também espelha sua eficiência: 60% das vendas são para o mercado de reposição (aftermarket) e os outros 40% para fabricantes de equipamento original (OEM), diretamente para montadoras ou empresas que fornecem para elas – no caso dos impulsores de partida os principais clientes são os fabricantes de motores de arranque como Bosch, Valeo e BorgWarner. O equilíbrio de atuação entre mercados interno e externo sempre esteve presente nesta década: as exportações têm alta participação na produção, entre o mínimo de 30% aos atuais 60%, mesmo em momentos de câmbio desfavorável, o que só é possível com bons índices de produtividade. “Ter qualidade superior é estratégico nesse mercado”, enfatiza Hienzelmann.

    Para atingir esse padrão a Zen vem investindo fortemente em novos equipamentos e processos industriais, além de desenvolver ferramentaria e produtos dentro de casa. Exemplo recente do desenvolvimento próprio é a polia de roda-livre (OAD) lançada pela empresa em 2014 com tecnologia inovadora, mais barata que do único concorrente global, que naquele mesmo ano foi um dos produtos finalistas na categoria peças e componentes do prêmio de inovação concedido a cada dois anos pela Automechanika Frankfurt (leia mais aqui).



    *Esta cobertura é oferecida pela Delphi Technologies
    O jornalista viajou a convite da Messe Frankfurt




    LEIA MAIS SOBRE A AUTOMECHANICA FRANKFURT 2018



    Automechanika Frankfurt chega a 25 edições com recordes
    Empresas brasileiras fortalecem exportações e presença internacional na Automechanika
    Revolução digital nos veículos chega rápido ao aftermarket
    Fras-le compra seis empresas em um ano e avisa: quer mais
    ZF apresenta conceito de conversão de ônibus diesel em elétrico
    ZF avança no Brasil com canais digitais e Openmatics
    Delphi Technologies faz reapresentação na Automechanika