Automotive Business
  
News Mobility Now

Mobility Now

Ver mais notícias
Denso e Honeywell vão trabalhar juntas em carros voadores

Parcerias | 24/05/2021 | 16h0

Denso e Honeywell vão trabalhar juntas em carros voadores

União reflete corrida pela tecnologia de VTOL, que deverá movimentar US$ 1,5 trilhão em 2040

REDAÇÃO AB



A Denso, fabricante de componentes automotivos, e a Honeywell, provedora de serviços e sistemas industriais, anunciaram na segunda-feira, 24, parceria com o objetivo de criar carros voadores. As empresas pretendem entregar os primeiros designs já em 2022.

Inicialmente, a parceria será focada em produzir veículos de entrega e táxis aéreos, todos com motor elétrico, uma vez que ambas as companhias prometem atingir a neutralidade de emissões até 2035. A Honeywell irá desenhar as aeronaves e a Denso vai entrar com os sistemas de propulsão.

Embora nenhum detalhe tenha sido revelado, a imagem divulgada para a imprensa (acima) mostra uma aeronave com seis hélices e capacidade para seis passageiros.

A notícia aponta que, nos próximos anos, a corrida pelo desenvolvimento de eVTOLs (veículos elétricos com capacidade de decolagem e pouso verticais) ficará acirrada. Fabricantes como Boeing, Airbus, Embraer e Bell possuem projetos em ação, enquanto fornecedoras de tecnologia como Raytheon, GE, SAFRAN e Rolls-Royce também estão na corrida. Isso sem falar nas startups, como Volocopter e Joby Aviation.

Um estudo da empresa Frost & Sullivan projeta que os primeiros táxis aéreos devem começar a operar em Dubai em 2022 e que o setor deverá ter 430 mil unidades nos céus até 2040. Outra pesquisa independente, da Morgan Stanley, afirma que, em 2040, esse mercado já estará valendo US$ 1,5 trilhão.

Nesta matéria, o Mobility Now traz seis respostas sobre a chegada dos carros voadores nas cidades brasileiras.



Tags: eVTOL, drone autônomo, carro voador, Honeuwell, Denso, parceria, tecnologia.

Veja também

Mobility Now