Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Caminhões e Ônibus | 05/07/2011 | 18h37

Volvo Bus lança modelo popular

Expectativa é vender 860 chassis com motor frontal em 2011.

Giovanna Riato, AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Giovanna Riato, AB

Depois de 30 anos no mercado brasileiro a Volvo Bus decidiu se render e lançar um chassi de ônibus com motor frontal, mais barato. O modelo, batizado de B270F, chega com a missão de impulsionar a companhia na disputa por participação no mercado e permitir que a fabricante sueca enfrente as líderes Mercedes-Benz e Volkswagen.

“Decidimos investir em um crescimento forte no Brasil. Queremos ser um dos dois principais fornecedores da região”, anunciou o presidente mundial da companhia, Häkan Karlsson, durante a apresentação do chassi nesta terça-feira, 5. A Volvo admite, no entanto, que o lançamento é a saída para ganhar market share na região mas não a opção favorita da montadora.

Prova disso é que o modelo é o único da linha que não tem versão semelhante comercializada na Suécia pela marca. O foco é o mercado latino-americano, com possibilidade de exportação para outros emergentes. O presidente da companhia para a América Latina, Luís Carlos Pimenta, admite que a empresa nunca apostou nesta configuração. “Sempre investimos e vamos continuar comercializando chassis com motores traseiros e centrais”, afirma. A expectativa era de que a demanda pelo propulsor dianteiro diminuísse, mas não foi o que aconteceu.

“Continuamos acreditando que o transporte de qualidade é o sistema BRT (Bus Rapid Transit), com transporte massivo feito por ônibus pesados, o que reduz o número de motores e de motoristas”, entrega. O projeto do B270F recebeu aporte de US$ 10 milhões para adaptar o chassi de um caminhão médio. A parte mais complicada foi convencer a matriz a produzir um veículo específico para a América Latina. O argumento vitorioso foi que a demanda por chassis com motores frontais é cerca de 65% maior do que a por veículos mais pesados, por causa do preço.

Modelo

O B270F chega com motor MWM 7.0, 6 cilindros, injeção common rail e 260 cavalos de potência. Apesar da proximidade do início da exigência de veículos que atendam à norma de emissões Euro 5, o propulsor ainda é Euro 3. “Não lançamos com esta configuração apenas por causa da pré-compra, que já está acontecendo. Também temos em vista mercados que não atualizarão a legislação ambiental, como o Peru e Uruguai”, explica Pimenta.

O executivo assegura que o chassi tem preço competitivo com os modelos semelhantes que já estão no mercado. Para esquentar a briga, a Volvo garante que o B270F é mais leve, com 4.450 kg, e mais potente do que os principais concorrentes. Inicialmente só está disponível o câmbio manual, fornecido pela Eaton, mas a empresa considera a possibilidade de oferecer uma versão com transmissão automática se houver procura.

Vendas

A estratégia para alavancar as vendas é pegar carona nos investimentos e licitações para o transporte público que atenderá a demanda da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos. A empresa aposta ainda nos clientes que já têm veículos da marca mas compravam chassis com a configuração de motorização frontal de outras montadoras. Pimenta afirma que, mesmo antes do lançamento oficial, a Volvo já somava 300 pedidos do modelo. A expectativa é comercializar 860 unidades ainda este ano em toda a América Latina.

As vendas totais da empresa também seguem aceleradas. O presidente da companhia afirma ter fechado o primeiro semestre com 3 mil pedidos e espera chegar a 4 mil unidades até o fim do ano. Se alcançar a meta, a Volvo terá avanço de 177% sobre o resultado de 2010, quando vendeu 1.440 chassis na América Latina. A intenção é manter o ritmo na região em 2012, com 4 mil unidades. O Brasil deve absorver entre 2,3 mil e 3 mil delas, pois afinal, como lembrou Pimenta, “é ano eleitoral por aqui”.



Assista à entrevista exclusiva com Luís Carlos Pimenta, presidente da Volvo Bus Latin América:



Tags: Volvo, ônibus, Luís Carlos Pimenta, motor frontal, chassi, Häkan Karlsson.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now