Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 10/02/2012 | 17h59

Renault Nissan inaugura fábrica no Marrocos de € 1 bilhão

Unidade tem capacidade para produzir 400 mil veículos por ano

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A AliançaRenault Nissan inaugurou a maior fábrica de veículos do norte da África, em Tânger, Marrocos. A unidade foi construída com aporte de € 1 bilhão, capacidade para produzir 400 mil carros por ano e deve empregar 6 mil pessoas até 2015.

A planta ficará responsável pela fabricação de veículos de entrada. Inicialmente serão montadors um carro familiar e uma minivan. A unidade irá desafogar a produção das fábricas de Pitesti, na Romênia, e de Casablanca, também no Marrocos, que atualmente trabalham no limite.

Segundo a companhia, a planta produzirá com alto nível de eficiência. Apesar de ser controlada pela Renault, a unidade utiliza o Alliance Production Way (APW), conjunto das melhores práticas de manufatura da aliança. O grupo afirma ter alcançado ainda resultados expressivos de redução no impacto ambiental com a adoção de métodos de produção inovadores, uso de energias renováveis e reutilização da água.

Localizada entre o oceano Atlântico e o mar Mediterrâneo, a região foi escolhida para abrigar a fábrica por conta das boas condições logísticas. A Renault garante ainda que Tânger tem uma cadeia de fornecedores estruturada e competitiva e profissionais qualificados. A montadora está presente no Marrocos desde 1928. No ano passado a companhia respondeu por 37% das vendas de veículos do País com as marcas Dacia e Renault.



Tags: Renault, Nissan, aliança, fábrica, Marrocos, África, produção.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now