Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 06/03/2012 | 19h00

Brasil é o Bric com gestão mais eficaz da produção automotiva

KPMG aponta que País está preparado para lidar com demanda

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Levantamento da KPMG aponta que o Brasil tem a gestão mais eficaz da produção automotiva entre os emergentes. A análise, feita a partir do estudo Global Automotive Executive Survey 2012, revelou que não apenas os mercados maduros, mas também os membros do Bric (bloco que inclui Brasil, Rússia, Índia e China) devem estar prontos para gerenciar o excesso de capacidade produtiva no futuro.

Na avaliação da consultoria, as fabricantes de veículos instaladas no Brasil têm boas perspectivas. O aumento da capacidade produtiva em mais de 1 milhão de unidades previsto para até 2016 acontecerá de forma equilibrada. Segundo o estudo, o aproveitamento deste potencial deve ficar acima de 90%, índice que garante retorno financeiro às empresas.

A principal vantagem do País na comparação com os outros emergentes é a experiência no setor automotivo e o formato flexível das fábricas. “As montadoras instaladas no Brasil estão acostumadas a lidar com os fortes altos e baixos da economia, enquanto as da China ou Índia conhecem somente os altos”, resume Charles Krieck, da área de industrial markets da KPMG Brasil.

EXCESSO CHINÊS

A China foi apontada como o emergente que mais enfrentará problemas de excesso de capacidade produtiva no futuro. O estudo aponta que, nos próximos cinco anos, cerca de 30% do potencial do país não será aproveitado. O índice fica bem acima do adequado para garantir uma operação com margens saudáveis.

Diante da sobra de produção, o excedente da China deve virar pressão sobre outros mercados. A necessidade de o país asiático comercializar a sobra no mercado global vai tornar mais acirrada a concorrência com outras nações tradicionalmente exportadoras, como Alemanha e Japão. A projeção da KPMG é de que, até 2014, mais de 1 milhão de carros produzidos em fábricas chinesas sejam vendidos no mercado mundial. Sem uma gestão adequada da produção, o número deve avançar rapidamente.



Tags: produção, automotiva, veículos, KPMG, eficaz, estudo, Brasil, China, fábrica, montadora.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now