Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 12/04/2012 | 07h41

Explosão de bateria agita centro técnico da GM

Houve fogo e feridos no Warren Technical Center, nos EUA

Redação AB

Redação AB, com informações de Automotive News e do Detroit News

A explosão de uma bateria de lítio provocou ferimentos em cinco pessoas em laboratório de pesquisa da General Motors na quarta-feira, 11, no Warren Technical Center, Michigan, nos Estados Unidos. Um dos trabalhadores foi levado a um hospital de Detroit, enquanto os outros sofreram pequenas sequelas. A informação é do website Automotive News.

O encarregado de combate a fogo no centro técnico, Gary Wilkinso, disse que sua equipe encontrou um pequeno foco de fogo e fumaça em um dos laboratórios, onde um protótipo de bateria era submetido a testes extremos. A explosão teria sido causada pela liberação de gases.

A agência Reuters relatou depoimento de Jim Fouts, responsável pelo centro de pesquisa, segundo o qual a explosão foi significativa, arrebentando uma porta e janelas, e só não teve consequências maiores em razão da pronta ação do grupo de combate a incêndio.

Citando fonte da GM não revelada, o Wall Street Journal disse que a bateria de lítio em teste, que explodiu, faz parte do desenvolvimento pela A123 Systems para uma nova linha de carros elétricos.

O jornal Detroit registra informações da GM de que o pacote de baterias de íon-lítio ficou intacto após a explosão, provocada por gases emitidos na experiência conduzida no Alternative Energy Center. Cerca de 1.100 funcionários foram retirados do local, entre os quais 80 que trabalhavam diretamente na área da explosão.

Logo após o incidente, a GM apressou-se em informar que o pacote envolvido na explosão não tem relação com as baterias do Volt, produzidas pela sul-coreana LG Chem. Recentemente, a GM amargou também problemas com baterias do Volt, em registro de incêndio após a realização de testes.

A analista Rebecca Lindland, da IHS Automotive, disse ao Detroit News que a explosão ocorre em momento infeliz para a GM e o próprio Volt, reavivando dúvidas sobre a segurança dos produtos à base de íon-lítio.



Tags: GM, Warren Technical Center, baterias de lítio, A123, Volt, LG Chem.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now