Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 04/10/2012 | 22h45

Produção de veículos cai 14,2% em setembro

Saíram das linhas de montagem 282,5 mil unidades

CAMILA FRANCO, AB

A produção de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus fechou setembro com um volume de 282,5 mil unidades, queda de 14,2% em relação a agosto, justificada, segundo a Anfavea, associação que reúne os fabricantes do setor, pela quantidade de dias úteis do último mês. Setembro teve 19 dias úteis, quatro a menos do que agosto, que registrou recorde de produção anual (329,3 mil). No acumulado do ano também houve baixa, de 5,7%, em relação ao período de janeiro a setembro de 2011, para 2,46 milhões de veículos produzidos. Os dados foram divulgados pela Anfavea na quinta-feira, 4.

Todos os segmentos registraram queda em setembro sobre agosto: de 14,5% no caso de veículos leves, 8,4% para caminhões e de 4,6% no segmento de ônibus. No comparativo de setembro de 2012 ante o mês mesmo de 2011, a produção de automóveis teve acréscimo de 12,3%, enquanto caminhões e ônibus tiveram retração de 38,1% e de 20,8%, respectivamente.

Cledorvino Belini, presidente da Anfavea, vê os resultados com otimismo, mesmo o desempenho de pesados, dizendo que a demanda por caminhões - impactada pela mudança na legislação de emissões para Euro 5, que tornou os veículos mais caros - finalmente voltou a crescer, acelerando a produção até o fim de 2012.

Nesse ritmo, a entidade espera finalizar 2012 com expansão de 2% do volume de produção de veículos, para 3,47 milhões de unidades, contra 3,4 milhões fabricados em 2011.

ESTOQUES

A Anfavea calcula que o estoque de veículos, em setembro, tenha ficado em 33 dias, com 313,3 mil unidades. Houve aumento significativo com relação a agosto, que no cálculo da entidade teve 19 dias, com 266,2 mil unidades. "Deve-se lembrar que o cálculo de agosto foi feito com base em um mês de 23 dias úteis. Adequando o número para setembro, que tem apenas 19 dias úteis, a diferença se torna importante", explica Belini. No início do ano, antes da redução do IPI, os estoques superavam 40 dias.

EMPREGO

A entidade informa que de agosto a setembro foram contratados 332 funcionários na indústria (301 por fabricantes de autoveículos e 31 por fabricantes de máquinas agrícolas), somando um pouco mais de 148 mil empregos no setor.

EXPORTAÇÃO

As exportações de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus tiveram queda de 18% no comparativo de janeiro a setembro de 2012 ante o mesmo período de 2011, para 322,5 mil unidades. Segundo apontamento da Anfavea, a maior redução no acumulado do ano, de 18,8%, se deu no segmento de veículos leves, para 298,4 mil.

Nas vendas internacionais de caminhões, houve retração de 28,2% em setembro de 2012 ante o mesmo mês de 2011, para pouco mais de 2 mil unidades. Levando em conta o comparativo de setembro em relação a agosto, a queda foi de 7,1%. Na contramão, o segmento de ônibus foi o único a aumentar as exportações, em 3% no acumulado do ano, para 6.119 unidades.

Avaliando os valores, a retração no acumulado de janeiro a setembro foi menor. As fabricantes instaladas no Brasil faturaram US$ 11,25 bilhões com exportações, com queda de 5,7% ante o mesmo intervalo de 2011.

A Anfavea espera encerrar 2012 com retração de 5% nas vendas internacionais em volume, para 525 mil unidades. Considerando os valores, a queda deverá ser de 3%, para US$ 15,7 bilhões.



Tags: Anfavea, Cledorvino Belini, produção, estoques, empregos, exportação.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now