Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 06/08/2013 | 18h38

Máquinas agrícolas terão recorde em 2013

Anfavea prevê alta de 18,4% nas vendas e de 13,5% na produção; exportação deve cair 17,2%

MÁRIO CURCIO, AB

Em razão da produção recorde de grãos no Brasil e também de uma quebra de safra nos Estados Unidos, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) revisou para cima as projeções de venda e produção de máquinas agrícolas. A expectativa é que 2013 seja o melhor de todos os anos para o segmento. Julho já foi o melhor mês da história do setor de máquinas no Brasil. "As empresas já vinham se preparando para esse crescimento", disse o diretor da Anfavea, Milton Rego.

“Fatores como aumento de preço das commodities, uma safra de verão muito boa e diminuição das taxas do PSI geraram aumento das vendas no mercado interno”, afirmou. Com isso, a projeção de alta nas vendas no atacado em 2013 passou de 5% para 18,4%, o que resultará em cerca de 83 mil unidades até o fim de 2013.

A produção também foi revista para cima. A alta estimada (antes de 3%) deve ser de 13,5%, resultando em 95 mil máquinas. Segundo Rego, a alta na produção não acompanhará o mesmo ritmo de crescimento do mercado interno por causa da queda das exportações. Os argentinos estão substituindo as compras do Brasil pela produção interna e a falta de competitividade diante de competidores internacionais, entre eles os chineses, também dificulta as vendas de máquinas do Brasil para outros mercados.

Como consequência, as vendas ao exterior devem baixar das 16,9 mil para 14 mil unidades até o fim do ano. A retração será de 17,2%. A previsão inicial para 2013 era de estabilidade, ou seja, as mesmas 16,9 mil máquinas exportadas em 2012. Para ver as considerações da Anfavea e novas projeções, veja aqui.

COMPORTAMENTO NO ACUMULADO DO ANO

Vendas - De janeiro a julho de 2013 foram vendidas no atacado 48.746 máquinas, resultando em alta de 28% em relação ao mesmo período de 2012. O segmento de colheitadeiras apresentou a alta mais acentuada no período, 65,8%. Produção - Durante os sete primeiros meses de 2013 foram fabricadas no País 57.929 máquinas, o que levou a uma alta de 17,5% na comparação com iguais meses do ano anterior. O maior crescimento (24,7%) ocorreu nas colheitadeiras e a maior retração (30%) incidiu nos tratores de esteiras.

Exportações - De janeiro a julho deste ano o Brasil enviou ao mercado externo 8.369 máquinas, resultando em queda de 15,1% na comparação com os mesmos sete meses de 2012. No período, as retroescavadeiras foram o único tipo de equipamento com alta (de 44,8%) nas vendas ao exterior. Acesse aqui a carta da Anfavea.

Assista abaixo à entrevista exclusiva com o diretor da Anfavea, Milton Rego:



Tags: Anfavea, máquinas agrícolas, Milton Rego, commodities, colheitadeiras, tratores de esteiras, retroescavadeiras.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now