Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 05/09/2013 | 18h16

Exportação é recorde em agosto: 64 mil veículos.

Também foi o melhor mês da história em valores exportados: US$ 1,67 bilhão.

SUELI REIS, AB

O mês passado ganhou o título de melhor agosto da história das exportações de veículos ao anotar o embarque de 64.071 unidades, entre automóveis, caminhões e ônibus, volume que representou aumento de 28,4% na comparação com igual mês de 2012, segundo dados da Anfavea, associação que reúne as fabricantes. No comparativo mensal, de agosto contra julho, quando os embarques somaram 52.456 unidades, houve avanço de 22,1%. Em valores, as exportações chegaram a US$ 1,67 bilhão em agosto, marcando um novo recorde mensal, superando em 21,6% o valor de agosto de 2012 e em 11,2% o de julho.

“O aumento das exportações se deve não por ganho de competitividade, mas pelo crescimento dos mercados para os quais exportamos”, enfatizou o presidente da entidade, Luiz Moan, durante sua apresentação para divulgar o desempenho do setor realizada na quinta-feira, 5, em São Paulo.

-Veja aqui a apresentação completa sobre o desempenho de agosto.

No acumulado entre janeiro e agosto as exportações cresceram expressivos 28,4%: foram 382,6 mil veículos contra os 297,9 mil embarcados entre janeiro e agosto de 2012. Automóveis e comerciais leves puxaram o resultado: responsáveis por 77,8% do volume total, o segmento encerrou o período com 360,3 mil unidades, aumento de 30,8% na mesma base de comparação. Enquanto ônibus anotaram avanço de 3,8%, caminhões viram as vendas ao exterior recuarem 1,5% no período.

No mês passado, a Anfavea entregou novas projeções de exportações para o ano, nas quais prevê aumento de 20% do volume com relação ao ano passado, para 534 mil unidades (leia aqui).

EXPORTAÇÃO EM ALTA PUXA PRODUÇÃO

Nos oito meses do ano, a produção brasileira de veículos cresceu 13,7% na comparação com o período janeiro-agosto de 2012, para 2,5 milhões de unidades. Entre os segmentos, automóveis e comerciais leves tiveram o menor índice de crescimento, de 12%, para 2,3 milhões de unidades, enquanto a produção de caminhões e ônibus subiram 51% e 27%, respectivamente, para 132 mil e 28,6 mil unidades. Vale lembrar que para veículos comerciais a base de produção é baixa: no ano passado, o segmento sofreu freada relevante nas linhas de produção devido à queda das vendas, com a chegada de novos produtos mais caros para atender a legislação de emissões Proconve P7.

Para Moan, a produção deste ano será guiada por dois movimentos: “O crescimento dos mercados de exportação e a substituição dos importados serão os dois fatores que impulsionarão a alta da produção deste ano”, afirma. O executivo explica que os números da produção são, em parte, reflexo da primeira fase do Inovar-Auto, imposta em janeiro de 2012, quando passou a vigorar a sobretaxação de 30 pontos porcentuais do IPI para veículos importados.

“Em dezembro de 2011, a participação dos importados no mercado era de 27% e agora, em agosto de 2013, essa participação caiu para 18,9%: isso significa que nesse período, 8,1% dos veículos vendidos no País deixaram de ser importados para serem fabricados aqui.”

ESTOQUES E EMPREGOS

Os estoques de veículos fecharam agosto em 400,5 mil unidades, segundo a Anfavea, dos quais 297,5 mil estão nas concessionárias e 103,1 mil no pátio das montadoras (indústria). O volume total representa 36 dias úteis de vendas. Em julho, os estoques de 395,9 mil unidades sustentavam 35 dias de vendas.

“Absolutamente dentro da normalidade. Consideramos um estoque normal quando verificamos de 32 a 40 dias”, reforça Moan, que prevê estabilidade dos estoques até dezembro, mesmo com o fim da redução do IPI para automóveis.

Da mesma forma, o executivo projeta estabilidade nos empregos, que em agosto ganhou 500 novos postos de trabalho na comparação com julho, fechando o mês em 154,5 mil trabalhadores ativos mantidos pelo setor, incluindo máquinas agrícolas.



Tags: Anfavea, exportações, valores, produção, estoques, empregos, Luiz Moan.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now