Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Comerciais | 06/11/2013 | 20h15

Indústria terá projeto único para renovação de frota de caminhões

Programa será entregue ao governo este mês

SUELI REIS, AB

Na próxima semana, representantes da Anfavea e de outras nove entidades voltarão a se reunir para dar continuidade à proposta de unificação do projeto de renovação de frota de caminhões no Brasil. A primeira reunião ocorreu no dia 30 de outubro durante a 19ª edição da Fenatran, Salão Internacional do Transporte, no estande da Anfavea.

“Cada associação tinha um projeto diferente, nossa proposta é apresentar uma única proposta do setor privado e entregar ao governo no início da segunda quinzena de novembro”, informou Luiz Moan, presidente da Anfavea, durante a apresentação dos resultados de mercado na quarta-feira, 6, em São Paulo.

Segundo o executivo, o grupo já concordou em alguns pontos, entre eles, que o programa seja permanente e que seja oferecido e garantido acesso facilitado ao crédito para financiamentos, incluindo condições para autônomos. “Essas medidas visam a não geração de uma bolha de consumo e depois uma queda”, reforça Moan.

Segundo ele, deverá haver ainda indicações sobre como se dará a reciclagem dos veículos antigos e cursos de capacitação para motoristas, em uma parceria da Confederação dos Transportes com o Sest-Senat: “Não adianta o caminhoneiro entregar um caminhão com 30 anos de uso se não sabe operar caminhões mais modernos”.

Nesta primeira fase, o projeto contemplará o segmento de caminhão, cuja frota circulante brasileira é composta por 44% de veículos com mais de 20 anos de uso, segundo dados da ANTT, Agência Nacional de Transportes Terrestres. A segunda fase, revela Moan, será focada nos ônibus e uma terceira fase será destinada aos veículos leves.

Além da Anfavea, participam do grupo de unificação da proposta a Fenabrave, Federação das Distribuidoras de Veículos, Sindipeças, Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para veículos Automotores, CNT, Confederação Nacional dos Transportes, NTC e Logística, Associação Nacional de Transporte de Carga e Logística, Instituto Aço Brasil, Inesfa, Instituto Nacional das Empresas de Sucata de Ferro e de Aço, e Sindinesfa, Sindicato do Comércio Atacadista de Sucata Ferrosa e Não Ferrosa do Estado de São Paulo.

PARCERIAS EM PROL DA SAÚDE DO MERCADO

Visando a manutenção do crescimento das vendas do setor de caminhão, a Anfavea também se uniu à Anfir, associação das fabricantes de implementos rodoviários, e NTC para pleitear junto ao BNDES e Ministério da Fazenda a continuidade do Finame PSI em 2014, com taxas mais atrativas.

“Foi um trabalho forte que fizemos para primeiro prorrogar o programa para o ano que vem e, segundo, garantir os recursos necessários para o financiamento de caminhões, ônibus, implementos e máquinas agrícolas. O mercado desses segmentos vai continuar muito bem não só neste ano, mas também em 2014”, enfatizou.

Sustentado pelas taxas de juros a 3,5% ao ano no primeiro semestre e 4% no segundo no Finame PSI, as vendas de caminhões cresceram 12,8% em dez meses sobre mesmo período de 2012, para 128,4 mil unidades. O segmento de pesados exerceu a maior influência positiva no resultado global, com alta de 36,4% na mesma base de comparação, para um total de 45,6 mil unidades.

Para este ano, a Anfavea espera incremento de 8% nos emplacamentos de caminhões, para algo como 170 mil unidades. A entidade fará projeções para 2014 só em janeiro, quando já deverão estar em vigor as novas taxas de juros do Finame PSI, que ainda não foram divulgadas.



Tags: Anfavea, renovação, frota, Luiz Moan, caminhões.

Comentários

  • joão

    Quando vai começar este cursos.

  • Carlúcio

    Desde já agradeço pelo espaço dado aos interessados á notícia.Bom dia.Meu nome é Carlúcio.Tenho um caminhão com 27 anos de uso e pretendo entrar no programa de renovação de frota de camonhões em Minas Gerais. Gostaria de receber informações de quando o programa começar á valer e quando o curso de capacitação já estiver disponível.Obrigado.

  • osvaldo pereira

    bom dia, por favor quando esse projeto sair do papel min informe eu tenho interesse.

  • Gildo Alves

    bom dia! fazemos parte de uma cooperativa, para adquiri esse beneficio junto a cooperativa qual o procedimento, temos uma frota muito antiga . Gildo

  • Lucas Costa

    Boa Noite, Gostaria de saber mais informações sobre este assunto. Como esta esse projeto ? Já saiu do papel ? Obrigado

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now