Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Tecnologia | 18/07/2014 | 16h20

Nissan lançará tecnologias para veículo autônomo até 2018

Marca japonesa pretende liderar as vendas desses automóveis no mundo

REDAÇÃO AB

A Nissan reafirmou o prazo para tornar a direção autônoma realidade: 2020. O CEO da empresa, Carlos Ghosn, divulgou no Japão o calendário de lançamento de tecnologias de automação de veículos. De acordo com o executivo, as novidades, dentre elas controles de pistas automatizadas e sistemas de gestão do tráfego rodoviário, serão apresentadas ao longo dos próximos quatro anos. A comercialização do veículo deve começar em 2020.

Ao contrário de projetos-piloto que tornam os veículos totalmente autônomos, a Nissan promete vender carros independentes, mas que dão aos motoristas a oportunidade de permanecer no controle.

"Até o final de 2016, a Nissan vai disponibilizar duas novas tecnologias", disse Ghosn. "Vamos trazer para o mercado um projeto de piloto que permitirá a condução de forma autônoma e com segurança dos veículos em congestionamentos em estradas. No mesmo prazo vamos fazer com que o sistema de estacionamento totalmente automatizado esteja disponível em uma ampla gama de veículos."

Em 2018, conforme prometeu Ghosn, serão introduzidos controles de pistas, permitindo que carros possam gerenciar por conta a mudança de faixa. E, antes do final da década, os veículos da Nissan poderão se comunicar com a sinalização de trânsito, em um cruzamento, por exemplo, sem a intervenção do motorista.

"Na busca desses objetivos, a Nissan deve aproveitar as oportunidades de crescimento criadas pelas grandes tendências que estão afetando o mundo da indústria do automóvel", acrescentou Ghosn.

O CEO da Nissan prevê que quatro tendências socioeconômicas vão influenciar na demanda por mais tecnologias autônomas e uma maior conectividade dentro do carro. "A primeira é a ascensão das megacidades mundiais, que está aumentando a necessidade de inovações para aliviar o congestionamento, reduzir emissões e melhorar a gestão do tráfego", disse Ghosn.

"Em segundo lugar está a demanda crescente por conexões no carro que atendam ou superem as expectativas da geração digital. Nossos veículos devem ser tão conectados como os smartphones e tablets que esta geração utiliza diariamente. Em terceiro lugar há a necessidade de reduzir a distância entre as gerações, fornecendo veículos que chamem a atenção da crescente população mundial de idosos. Esses consumidores querem tecnologias e sistemas automatizados que lhes permitam conduzir com segurança e por mais tempo. Finalmente, a quarta tendência é a necessidade premente de abraçar a diversidade. Isso significa reconhecer o papel vital que as mulheres desempenham como consumidoras, tomadoras de decisão e gestoras em toda a indústria automobilística."

Segundo o executivo, a Nissan espera ter mais de 1,5 milhão de veículos conectados a sistemas avançados de comunicação no próximo ano, utilizando sistemas baseados em 'nuvens' para oferecer melhor acesso aos meios de comunicação, aplicativos de entretenimento e softwares de reconhecimento de voz, entre outros serviços.

"A Nissan vai ser parte da solução de transporte no crescente número de megacidades. Vamos continuar a fazer nossos carros mais conectados. Pretendemos liderar o segmento de automóveis autônomos. Além disso, em todas as partes do negócio, estamos reconhecendo as necessidades únicas de motoristas idosos e o impacto e a influência dos clientes do sexo feminino."



Tags: Nissan, Carlos Ghosn, tecnologia, direção autônoma, lançamento.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now