Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 06/11/2015 | 10h25

Toyota mantém planos para a fábrica de Porto Feliz

Unidade para os motores do Etios será inaugurada no 1º semestre de 2016

MÁRIO CURCIO, AB | De Mendoza (Argentina)

A Toyota mantém o plano de inaugurar no primeiro semestre de 2016 a fábrica na cidade de Porto Feliz (SP), onde serão produzidos os motores do Etios. “Serão novos motores 1.3 e 1.5, diferentes dos atuais”, afirma o coordenador-chefe da montadora para a América Latina e Caribe, Luiz Carlos Andrade.

Segundo o executivo, a futura unidade já emprega 180 colaboradores. “Atualmente eles estão em treinamento. Numa primeira fase a unidade de Porto Feliz chegará a 340 funcionários”, afirma Andrade. O investimento previsto para a planta é de R$ 1 bilhão e levou a fabricante de transmissões Aisin a erguer uma unidade em Itu (SP), que fará as caixas manuais para o Etios.

“A inauguração vai ocorrer no mesmo período que a nossa porque motor e câmbio trabalham ‘casados’ e também porque nossos motores serão diferentes dos atuais”, recorda Andrade. Em 2014 a Aisin anunciou investimento de R$ 140 milhões em Itu para a construção do novo galpão e compra de equipamentos.



Tags: Toyota, Etios, Porto Feliz, motores, Aisin.

Comentários

  • Eder

    Minha mulher esta super feliz com o toyota dela, super forte e economico, acredito que poderia ter 6 marchar, isso faria ficar mais economico ainda, nunca mais fiat ford gm e vw. Se vocês japoneses quizerem deixar a concorrencia no chão, faça ele mais economico ainda com 6 marchas, em tempo de crise, toda economia é válida, coloque tambem algo que quando se freia no sinal ou pare o carro ele desliga sozinho e para o consumo, igual o novo Uno. Seria show mesmo.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now