Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado | 07/11/2016 | 17h43

Máquinas superam expectativa da Anfavea

Setor fechará o ano com queda menor que a projetada por fabricantes

MÁRIO CURCIO, AB

As vendas internas de máquinas agrícolas e rodoviárias no acumulado até outubro somaram 35,2 mil unidades. Embora o total seja 13,2% menor que o do mesmo período do ano passado, ele indica que o setor fechará o ano com cerca de 43,5 mil unidades, superando em quase 15% a projeção de 38 mil máquinas feita para o mercado doméstico pela Anfavea, associação que reúne os fabricantes de veículos automotores.

-Veja aqui os dados da Anfavea
-Leia também: Confira os resultados da indústria até outubro


“Nosso setor vem apresentando recuperação lenta, mas constante”, afirma a vice-presidente da Anfavea, Ana Helena de Andrade. Em outubro, as fabricantes repassaram às concessionárias 4,8 mil unidades, volume 0,4% maior que o anotado em setembro.

O desempenho positivo foi motivado pelas 530 colheitadeiras, que registraram alta de 35,2% sobre o mesmo mês de 2015. “Até dezembro teremos bons números para esse equipamento”, afirma Ana Helena.

A Anfavea vem dialogando com o governo para manter o bom ritmo das vendas pelo Moderfrota: “Cerca de 60% dos recursos para esse programa já foram utilizados. Estamos pleiteando que os recursos de outras linhas sejam realocados”, diz a vice-presidente.

As máquinas rodoviárias continuam impedindo um desempenho melhor do setor. As vendas de retroescavadeiras recuaram 45,5% no acumulado do ano e os tratores de esteiras também tiveram queda expressiva, de 30,3%. Esses equipamentos aguardam a retomada de obras de infraestrutura, o que deve ocorrer em 2017: “Vários fatores devem favorecer as máquinas rodoviárias em 2017, como o Produto Interno Bruto (PIB) e o governo promovendo ajustes. Assim como o consumidor, o governo tende a investir quando há sinais positivos da economia”, diz Ana Helena.

A venda de tratores de rodas em outubro somou 4,1 mil unidades e discreta queda de 1% ante setembro. No acumulado do ano foram entregues à rede 29,9 mil unidades, 12% abaixo do registrado nos mesmos dez meses de 2015. Vale dizer que os modelos com potência acima de 130 cv anotaram alta de 12,8% em suas vendas.

PRODUÇÃO E EXPORTAÇÕES

A produção total de máquinas até outubro chegou a quase 42 mil unidades e indica que até o fim do ano as fabricantes vão superar em mais de 10% a projeção de 46,2 mil unidades feita pela Anfavea.

Chama a atenção o bom desempenho das colheitadeiras, com quase 3,5 mil unidades e alta de 3% ante o mesmo período de 2015. Foi o único tipo de máquina com crescimento na produção no confronto com o ano passado. Tratores de rodas, de esteiras, cultivadores motorizados e retroescavadeiras recuaram entre 14,6% e 41,7% ante o mesmo período do ano passado.

As exportações somaram 7,8 mil máquinas no acumulado do ano, 7% abaixo do número registrado nos mesmos dez meses do ano anterior. Novamente merecem destaque as colheitadeiras, que anotaram alta de 10,4% sobre os embarques de 2015.



Tags: Máquinas agrícolas, máquinas rodoviárias, tratores de rodas, tratores de esteiras, retroescavadeiras, colheitadeiras, cultivadores motorizados.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

Mobility Now

ABTV

Mobility Now