Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Jaguar Land Rover usará plástico reciclado no acabamento de seus carros
Revestimento Kvdrat, no interior do Range Rover Velar

Sustentabilidade | 30/09/2020 | 18h24

Jaguar Land Rover usará plástico reciclado no acabamento de seus carros

Ideia é usar fibras feitas com resíduos para produzir tapetes e revestimentos

REDAÇÃO AB

O grupo Jaguar Land Rover anunciou que a partir de agora o interior de seus automóveis vai contar com tapetes e revestimentos produzidos com um tipo de nylon obtido de resíduos plásticos retirados de oceanos e aterros. A iniciativa faz parte da estratégia Destination Zero da empresa, na qual a inovação é ferramenta essencial para proteger e limpar os ecossistemas e dar aos clientes a possibilidade de adquirir um produto premium e sustentável.

O nylon regenerado foi batizado de Econyl e foi criado pela Aquafil, líder mundial em fibras sintéticas, que chega a reciclar até 40 mil toneladas de resíduos anualmente. De acordo com o comunicado da Jaguar Land Rover, esse processo de reuso proporciona redução no impacto do nylon para as mudanças climáticas em 90% (comparado ao material obtido do petróleo). A cada 10 mil toneladas produzidas com o material de Econyl, evita-se a emissão de 65.100 toneladas de dióxido de carbono – o equivalente ao produzido pelo uso de 70 mil barris de petróleo.

Para os clientes, o material desenvolvido pela Aquafil apresenta as mesmas características que aquele obtido a partir do petróleo, tanto que já vem sendo usado na alta-costura e nas indústrias de material esportivo, em relógios de luxo e na fabricação de bolsas, mochilas e trajes de banho.

“O trabalho dos nossos designers e engenheiros centra-se no desenvolvimento de novos materiais sustentáveis que integrarão os futuros modelos da Jaguar e da Land Rover”, explicou Adrian Iles, engenheiro sênior de sistemas interiores do grupo britânico. “Os pilares de nossa estratégia Destination Zero são a redução de resíduos e de emissões de carbono, e a reutilização de materiais; essa iniciativa pioneira tem importância chave para conseguirmos chegar à meta e é um componente fundamental do design que oferecemos aos nossos clientes”, concluiu.

Hoje, a Land Rover oferece o tecido chamado Eucalyptus no interior do Range Rover Evoque, enquanto o Kvdrat, produzido com plástico reciclado, é revestimento opcional no Evoque e no Jaguar I-Pace, o SUV elétrico da marca.



Tags: Sustentabilidade, Jaguar Land Rover, reciclagem, nylon, plástico, Destination Zero, Econyl, Aquafil, Adrian Iles.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now