Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Autopeças registram déficit 33% menor em nove meses

Balanço | 23/10/2020 | 18h55

Autopeças registram déficit 33% menor em nove meses

Após três meses em alta, exportações em valores voltam a cair em setembro

REDAÇÃO AB

A balança comercial de autopeças fechou o acumulado de nove meses do ano com déficit de US$ 2,1 bilhões, resultado 33,7% abaixo do anotado em igual período de 2019. O principal motivo foi a forte queda de 31,3% nas importações, que somaram US$ 5,98 bilhões de janeiro a setembro, ante US$ 8,71 bilhões em igual intervalo do ano passado. As exportações somaram US$ 3,83 bilhões, valor 29,9% mais baixo na comparação anual. Os números foram divulgados pelo Sindipeças, que reúne os fabricantes do setor de componentes.


O setor registrou quedas importantes das exportações para a maior parte dos principais destinos das autopeças brasileiras. Para a Argentina, a retração foi de 30,3% no acumulado do ano, ficando em US$ 790,8 milhões – um ano atrás o valor FOB foi de US$ 1,13 bi. O país vizinho respondeu por 20,6% de tudo o que o Brasil exportou no período até setembro.

Da mesma forma, o valor diminuiu 36,9% e 29,6% respectivamente para Estados Unidos e México, segundo e terceiro maiores compradores de autopeças brasileiras neste ano: juntos, os países respondem por 32% das exportações. Para a Alemanha, a queda foi de 26,9%.

Do outro lado da balança, as importações brasileiras seguem sendo lideradas pela China, que de janeiro a setembro o Brasil importou o equivalente a US$ 1,09 bi em componentes chineses, o que corresponde a 18% do total gerado pelas importações do setor neste período. Contudo, o valor representa queda de 15,6% se comparado com as importações de iguais meses de 2019.

Também foram fortes as quedas das importações de Estados Unidos e Alemanha, segundo e terceiro maiores exportadores de peças para o Brasil, respectivamente. Em valores, o Brasil importou 24% e 43% a menos dos dois países: os EUA respondem por 11% das importações, enquanto as peças alemãs são 10,8% do total em nove meses.



Tags: Balança comercial, autopeças, exportações, importações, Sindipeças, déficit.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência