Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Produção de veículos em outubro teve o melhor resultado em um ano

Indústria | 06/11/2020 | 16h53

Produção de veículos em outubro teve o melhor resultado em um ano

Houve evolução de 7,4% comparado com setembro; mas a queda no acumulado anual é de 38,5%

WILSON TOUME, PARA AB

O balanço mensal divulgado pela Anfavea na sexta-feira, 6, apurou que foram produzidos 236,5 mil veículos em outubro, o melhor desempenho não só de 2020, mas do período dos últimos 12 meses, inferior apenas a outubro de 2019 (288,5 mil veículos). Na comparação com setembro – que até então tinha sido o melhor mês de 2020, com 220,2 mil unidades –, o aumento foi de 7,4%.

Porém, quando se verifica o volume acumulado do ano, a queda chama a atenção. De janeiro a outubro de 2019 foram produzidos 2,55 milhões de veículos no País, enquanto neste ano o total foi de 1, 57 milhão, ou seja, uma diferença de quase 1 milhão de veículos, o que equivale à retração de 38,5%.




De acordo com a mais recente projeção divulgada pela entidade (em setembro), a produção de veículos deve fechar o ano em queda de 35% sobre 2019. Em termos de volume, serão 1,92 milhão de unidades produzidas, contra 2,94 milhões no ano passado. “Como estamos com 38,5% a menos em outubro, acreditamos que vamos ficar dentro do projetado”, afirmou Luiz Carlos Moraes, presidente da Anfavea, lembrando que a primeira projeção da associação, feita em janeiro, indicava produção de 3,1 milhões e crescimento de 7,3%.

Como já havia feito em apresentações anteriores, Moraes ressaltou que o ritmo das montadoras nacionais está acompanhando a demanda do mercado. “Foram licenciados 215 mil veículos em outubro, descontando cerca de 10% desse número – de veículos importados – e somando os cerca de 35 mil modelos exportados, o resultado fica bem próximo do total produzido, ou seja, a indústria está calibrando bem a produção com a demanda”, explicou.

Outro exemplo desse ajuste, segundo Moraes, é o estoque de veículos, seja nas fábricas ou nas concessionárias, que segue “equilibrado”, como afirmou o dirigente. Estavam estocadas 132,5 mil unidades em outubro, com 109,3 mil nas revendas e 23,2 mil nos pátios das montadoras, contra 141,7 mil modelos que foram registrados em setembro. Esse volume equivale a 18 dias de vendas, contra 20 dias no mês anterior.

DESAFIOS A SEREM SUPERADOS NO CURTO PRAZO



O presidente da Anfavea aproveitou o evento virtual para elencar uma série de desafios que o setor está enfrentando para poder suprir a demanda do mercado, como a adoção de protocolos sanitários a fim de preservar a saúde dos colaboradores (e que acaba reduzindo a velocidade da produção), a indefinição sobre o comportamento do mercado nos próximos meses, a falta de componentes, a alta dos preços de matéria-prima e a desvalorização cambial. “Já passamos por situações parecidas, mas não com essa dimensão”, afirmou Moraes, que ainda ressaltou: “Lembrem-se que a pandemia não terminou, temos de ficar atentos para evitar uma segunda onda de contágios no País e as consequências que essa segunda onda pode provocar”, disse.

Como resposta a esses desafios, o presidente da Anfavea afirmou que as montadoras estão tomando algumas ações, como adoção de horas extras e de jornadas adicionais (aos sábados) para atender a demanda e o monitoramento em tempo real da cadeia logística e de suprimentos para tentar mitigar os riscos de falta de insumos e as consequências que isso pode provocar na produção. “A indústria é resiliente, a gente está voltando ao ritmo de antes, mas ainda existem esses desafios que temos de superar para poder atender da melhor forma a procura que pode ocorrer nos próximos meses”, afirmou Moraes.



- Faça aqui o download dos dados da Anfavea
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência





Tags: Indústria, produção, Anfavea, balanço, montadoras, mercado interno, demanda, Luiz Carlos Moraes.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now