Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Fleet Solutions dobra frota e acelera crescimento
Rodrigo Capuruço, diretor da VWFS: investimento de longo prazo com foco na liderança do mercado de locações de frotas corporativas com a Fleet Solutions

Estratégia | 23/11/2020 | 14h00

Fleet Solutions dobra frota e acelera crescimento

Empresa da VWFS prevê expansão do mercado de locação de veículos corporativos

PEDRO KUTNEY, AB

Criada há apenas três anos para ser o braço de locação e administração de frotas corporativas da Volkswagen Financial Services (VWFS), a Fleet Solutions assumiu rota de crescimento meteórico: o número de veículos administrados, de 1,7 mil em 2017 saltou mais de quatro vezes em 2019, para 7 mil, e deverá quase dobrar em 2020, entre 11 mil e 12 mil. Os investimentos na aquisição de veículos de diversas marcas já somam R$ 800 milhões desde 2017, quando a operação foi inaugurada, e se aceleração dos negócios continuar no mesmo ritmo mais de R$ 1 bilhão deverão ser aportados até 2025, com o objetivo declarado de liderar o mercado de oferta de mobilidade como serviço no País.

Rodrigo Capuruço, diretor geral da VWFS no Brasil, avalia que nos próximos anos o mercado brasileiro deverá seguir a tendência de mercados maduros em que a propriedade de veículos dará lugar à locação por prazos variados que podem se estender a até dois anos, a depender do uso. Nesse cenário, ele calcula que a frota de veículos corporativos no País, hoje estimada em 5,5 milhões, deverá crescer e ser cada vez mais administrada por empresas de locação e terceirização, como a Fleet Solutions.

“Fazemos um investimento de longo prazo de olho na expansão da mobilidade como serviço no País. Hoje apenas 11% a 12% das frotas corporativas são administradas por empresas como a Fleet Solutions. Acreditamos que esse porcentual vai mais que dobrar para pelo menos 25% nos próximos três a quatro anos e nós temos a ambição de liderar esse mercado”, afirma Rodrigo Capuruço.



A expansão do mercado de locação de veículos corporativos é uma tendência que parece ter ficado imune à pandemia de coronavírus, quase todas as empresas que atuam no segmento cresceram em 2020 com o movimento de desmobilização de frotas próprias que vêm sendo terceirizadas, como forma de transformar ativos em caixa.

“Este é um mercado ainda pouco explorado no Brasil, poucas empresas atuam aqui. Por isso nossa expectativa é de continuar crescendo dois dígitos porcentuais (mais próximos de 50%) por ano até 2025”, indica Capuruço.

OPERAÇÃO INDEPENDENTE



A Fleet Solutions é a proprietária dos veículos que aluga e pode agregar serviços de acordo com a necessidade: além do valor da locação, o contrato pode incluir manutenções preventivas e corretivas, pagamento de impostos e gestão de multas. Segundo Capuruço, a carteira de clientes é constituída por empresas de pequeno, médio e grande portes de diversas áreas de atuação, que alugam veículos designados a empregados, para prestação de serviços e até intermediadores de locação para motoristas de aplicativos.

Também são atendidas empresas do Grupo Volkswagen e seus fornecedores, mas o diretor destaca que a Fleet Solutions é completamente independente, tem sede separada em Curitiba (PR), a frota é multimarca (embora a maioria seja Volkswagen) e mesmo sendo ligada à VWFS tem autonomia para buscar recursos no mercado financeiro, sem afetar o caixa do Banco VW.

Recentemente a Fleet Solutions agregou mais um negócio emergente à sua carteira: vai administrar os serviços de assinatura por 24 meses lançados por duas empresas do grupo: o programa piloto Audi Luxury Signature com apenas 20 modelos da marca e a própria Volkswagen que lançou o VW Sign&Drive, inicialmente para T-Cross e Tiguan.

Embora em estágio inicial, Capuruço avalia que nos próximos anos os programas de assinatura vão crescer de forma acelerada. “Hoje já vemos muitas pessoas cada vez mais interessados em adquirir o serviço do que ter a posse do bem. Tanto que esses planos não foram desenhados pensando na compra o carro ao fim da assinatura, mas para que o cliente faça uma nova locação”, aponta.

A Fleet Solutions usa as redes de concessionárias para vender seus serviços e para negociar os usados que voltam da locação, normalmente com 18 a 30 meses de uso. Dessa forma, inclui os concessionários no negócio e ajuda a girar os estoques das lojas.

Atualmente a Fleet Solutions só aluga veículos zero-quilômetro que depois são vendidos, mas outro possível negócio a explorar no horizonte, indica o diretor, é a locação de veículos usados. “Existe essa possibilidade, principalmente em certos nichos, como caminhões e carros elétricos, que podem ser locados por menos tempo e serem alugados algumas vezes”, diz.

Embora a VWFS atue no mundo todo com operações de leasing e locação, só no Brasil existe a Fleet Solutions. “Cada país tem suas características e precisamos adotar estratégias diferentes. No caso brasileiro a escolha recaiu em abrir uma empresa independente para atuar nesse mercado”, explica Capuruço. Segundo ele, ainda é pequena, de menos de 5%, a participação do braço de locação e terceirização de frotas no capital da VWFS no País, mas a tendência é de aumento contínuo dessa fatia do negócio.



Tags: Fleet Solutions, Volkswagen Financial Services, VWFS, frotas, veículos, locação, terceirização, corporativo, assinatura.

Comentários

  • CarlosPereira Cardoso

    Parabénspela bela iniciativa para o mercado, que é grande e principalmente quando estamos vivendo uma nova fase de desenvolvimento do Brasil. Parabéns Capuruco!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now