Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
IHS Markit melhora projeções de vendas e produção para 2020 e 2021

Conjuntura | 27/11/2020 | 19h15

IHS Markit melhora projeções de vendas e produção para 2020 e 2021

Com retomada em níveis acima dos esperados, consultoria reajustou estimativas levemente para cima

PEDRO KUTNEY, AB

Em seu mais recente levantamento, com base nos resultados aferidos entre janeiro e outubro e faltando cerca de um mês para fechar o ano, a IHS Markit revisou para cima suas projeções de vendas e produção de veículos leves no Brasil e na Argentina em 2020 e 2021. Desde abril, já sob o forte impacto da pandemia de coronavírus sobre, a consultoria vinha prevendo retração em torno de 30% no mercado brasileiro e de 35% no argentino. Com a retomada dos negócios em níveis acima dos esperados, as estimativas foram levemente melhoradas.



- Faça aqui o download das projeções de IHS Markit divulgadas em novembro/2020
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



Para o mercado brasileiro, a IHS Markit projeta vendas de 1,91 milhão de automóveis e utilitários em 2020, o que representará queda de 28% sobre 2019. A consultoria prevê a produção no País de 1,95 milhão de veículos leves este ano, uma baixa de 30% na comparação com o exercício anterior. Em ambos os casos, as projeções são melhores do que as divulgadas pela Anfavea, a associação dos fabricantes, que prevê vendas 30% menores e produção 35% abaixo de um ano antes.

Para 2021 também houve leve melhora das projeções da IHS Markit, que agora estima vendas de 2,36 milhões de veículos no ano, em alta de 23,5% sobre 2020. A expectativa é quye as fábricas brasileiras vão produzir quase 2,5 milhões de unidades no próximo ano, número 27,6% superior ao previsto para este ano.

O SAAR (Seasonally Adjusted Annual Rate) calculado pela IHS Markit que projeta a venda anual com base nas vendas de outubro no Brasil, indica que o mercado brasileiro já está rodando ao ritmo de 2,4 milhões de veículos/ano. Um mês antes, em setembro, o índice apontava para volume anual de 2,3 milhões, e no pior mês do ano, em abril, no auge da crise, a “força” de vendas apontava para um ano com cerca de apenas 700 mil vendas. Assim o SAAR confirma o ritmo mais acelerado da recuperação nos últimos seis meses.

A IHS Markit estima que em outubro o SAAR atingiu o pico de 2020 e em novembro e dezembro o índice deverá perder força, com menos dias úteis de vendas, ficando abaixo do mês anterior.

ARGENTINA



No caso da Argentina, embora as previsões tenham melhorado, o desempenho do mercado continua fraco, afetado não só pela pandemia, mas também por situação econômica que já estava deteriorada antes da crise sanitária. A IHS Markit projeta vendas de apenas 302 mil veículos leves este ano no país vizinho, o que representa queda de 32% sobre 2019.

O número é sensivelmente melhor do que o estimado no meio do ano tombo de mais de 40%, quando se esperava a venda de apenas 260 mil carros e utilitários, mas ainda assim os volumes permanecem baixos, ainda que inflados pelo hábito do consumidor argentino de recorrer à compra de bens para se proteger de inflação e incertezas econômicas.

Para 2021 a previsão da consultoria é que as vendas fiquem estagnadas na Argentina, com crescimento marginal de menos de 1% sobre 2020, para 305 mil unidades.

Graças à recuperação do mercado brasileiro e às exportações ao País, a produção de veículos na Argentina cai menos do que as vendas. Para 2020 a IHS Markit projeta que as fábricas argentinas vão produzir 255 mil unidades, em queda de 23% sobre 2019, e em 2021 a previsão alcança 365 mil, o que representará expansão de 43% – ainda assim, muito distante dos volumes anteriores acima de 800 mil unidades quando os mercados brasileiro e argentino experimentaram seus melhores anos de crescimento.



Tags: IHS Markit, consultoria, projeções, mercado, vendas, produção, Brasil, Argentina, pandemia, coronavírus, Covid-19.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now