Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Foton espera concluir construção de fábrica no Brasil em dois anos
CEO da Foton Aumark Brasil, Márcio Vita

Indústria | 02/12/2020 | 20h03

Foton espera concluir construção de fábrica no Brasil em dois anos

Estimativa do CEO Márcio Vita está atrelada ao ganho de volume de vendas de caminhões no País

SUELI REIS, AB

Ainda que o momento econômico seja desfavorável, a Foton Aumark garante que não desistiu de estabelecer a sua própria fábrica no Brasil. A empresa, importadora oficial da fabricante chinesa de caminhões Foton (Beiqi Foton Motor Group), espera concluir a construção de sua instalação no País em até dois anos. A afirmação foi feita pelo CEO da empresa, Márcio Vita, na quarta-feira, 2, durante o lançamento da linha de caminhões Aumark S para o mercado brasileiro (leia aqui).

Desde 2010, quando iniciou sua atuação por aqui com a importação dos veículos, a companhia planeja ter sua própria linha de produção. O local foi definido em 2013, um terreno na cidade de Guaíba (RS), mas o plano de construção foi adiado várias vezes por causa de crises e inviabilidade econômica no Brasil. Segundo Vita, a ideia inicial era estar atuando com a própria operação em meados da década passada, mas os planos foram paralisados por causa da forte crise que abalou o País a partir de 2014-2015.

Ele conta que apesar disso, continuou em constantes diálogos com os parceiros na China, que segundo o executivo, sempre demonstraram “clara e inequívoca confiança no Brasil”.

Se a fábrica própria da Foton no Brasil se tornar realidade, a Foton Aumark será a primeira subsidiária independente da marca chinesa – embora já seja considerada a quinta unidade industrial fora da China. A marca conta com unidades fabris na Tailândia, Vietnã e no Quênia, enquanto a unidade da Argélia está em fase de construção.

“Estamos na primeira fase em Guaíba; os estudos para a segunda fase, que começa no segundo semestre de 2021, já estão praticamente prontos. Devemos começar a implantação do crescimento dessa segunda fase no primeiro semestre do ano que vem e na medida em que a gente for introduzindo os caminhões e conseguir ganhar os volumes necessários, sem dúvida nenhuma, a gente termina a construção. Acreditamos que em torno de dois anos isso deve estar acontecendo”, afirmou o CEO da Foton no Brasil.



Ele completou dizendo que a empresa já está avaliando a possibilidade de produzir na nova fábrica os modelos leves e médios da linha Aumark S, que foram lançados nesta data no mercado brasileiro. O diretor industrial e de engenharia, Leandro Gedarken, reforça que uma grande vantagem para a Foton é ter no Brasil a presença de parceiros que já fornecem para a empresa na China, que é o caso de Cummins (motores), Wabco (sistemas de freio) e ZF (transmissão), por exemplo.

“Os demais itens da parte mecânica já foram estudados e estamos negociando com fornecedores. Inicialmente, esses veículos serão importados, numa fase seguinte começam a ser montados e para tal, precisamos que nossa área industrial esteja mais robusta”, indica Gedarken.

Atualmente, a Foton aluga uma área dentro da fábrica da Gefco em Guaíba (RS), próximo ao terreno onde quer erguer sua própria fábrica. A operação iniciou em abril deste ano e é a responsável por montar o modelo leve Minitruck de 3.5 toneladas em sistema de CKD, kits que são trazidos pré-montados da China (leia aqui).

De 2016 até o ano passado, a Foton montava seus caminhões em um espaço alugado na fábrica da Agrale, em Caxias do Sul (RS).



Tags: Foton, fábrica, Guaíba, produção de caminhões, indústria, China.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now