Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Siemens Energy e Porsche se unem para produzir combustíveis verdes no Chile

Sustentabilidade | 03/12/2020 | 20h34

Siemens Energy e Porsche se unem para produzir combustíveis verdes no Chile

Projeto de fábrica receberá doação de € 8 milhões da Alemanha; Porsche vai investir mais € 20 milhões

REDAÇÃO AB

A Siemens Energy juntamente com a Porsche e outros parceiros internacionais se uniram para desenvolver um projeto pioneiro de fábrica para a produção de combustíveis verdes sintéticos cujo maior benefício é o impacto neutro para o meio ambiente. O projeto piloto está sendo implementado no sul do Chile e aproveitará as excelentes condições dos ventos locais para operar por meio de energia eólica.

O Ministério Federal de Assuntos Econômicos e Energia da Alemanha anunciou que doará € 8 milhões à Siemens Energy para apoiar o projeto, anúncio que faz parte da estratégia nacional de hidrogênio do país. A empresa atuará desde a geração de energia, usando turbinas eólicas da divisão Siemens Gamesa, até a produção de hidrogênio verde e a sua conversão em combustível sintético.

A Porsche será o primeiro e principal cliente da nova fábrica. A montadora, que prevê aplicar € 20 milhões na empreitada, planeja a princípio utilizar os combustíveis ecológicos do Chile em projetos pilotos. Isso inclui o uso do e-fuel em veículos esportivos e nos Porsche Experience Centers. Possivelmente a montadora poderá utilizar os e-fuel em seus modelos esportivos com produção em série.

As demais empresas envolvidas com o projeto são a AME, companhia do ramo de energia e proprietária da empresa de projetos HIF (Highly Innovative Fuels), a italiana Enel, também do setor de energia e co-fundadora da planta com foco em energia eólica e eletrólise, e a ENAP, petrolífera do Chile, que apoiará o projeto com uma equipe de operação, manutenção e logística.

“Estabelecer uma economia baseada em energia sustentável vai exigir que repensemos o assunto. Portanto, novas cadeias de suprimento vão surgir em todo o mundo para transportar energia renovável de uma região à outra. O hidrogênio terá um papel cada vez mais importante no armazenamento e no transporte da energia. É por isso que o apoio do governo alemão ao projeto é um sinal importante”, declarou Christian Bruch, CEO da Siemens Energy.

“A eletromobilidade é uma das principais prioridades da Porsche. E-fuels para carros são um complemento valioso para isso - especialmente se forem produzidos em partes do mundo onde um excedente de energia sustentável está disponível. Como fabricante de motores eficientes e de alto desempenho, possuímos amplo conhecimento técnico: nós sabemos exatamente quais características de combustível nossos motores precisam para operar com o mínimo impacto no clima”, disse Oliver Blume, CEO da Porsche.

PROCESSO E CAPACIDADE


Para gerar o hidrogênio verde, a usina utilizará energia eólica para dissociar água em oxigênio e hidrogênio. Em uma segunda etapa, o projeto requer a filtragem de CO2 do ar para, em seguida, combiná-lo com o hidrogênio verde e formar metanol sintético renovável, que pode ser convertido em combustível verde usando a tecnologia MTG (metanol para gasolina) a ser licenciada e apoiada pela ExxonMobil.

Na fase piloto, o consórcio de empresas prevê produzir cerca de 130 mil litros de combustíveis ecológicos até o início de 2022. Posteriormente, em duas fases adicionais, a capacidade será aumentada para 55 milhões de litros por ano até 2024 e para cerca de 550 milhões de litros anuais até 2026.



Tags: Siemens Energy, Porsche, fábrica, hidrogênio, Chile, combustível verde, Alemanha, Enel, Enap.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now