Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Scania a GNV da Gerdau faz estreia mundial em mineração
Scania G 410 6x4 é o primeiro caminhão movido a gás a operar em uma mina no mundo

Comerciais | 18/12/2020 | 15h07

Scania a GNV da Gerdau faz estreia mundial em mineração

Caminhão G 410 6x4 é o primeiro do tipo no mundo a ser utilizado em uma mina

REDAÇÃO AB

Um caminhão Scania modelo G 410 6x4 a gás natural veicular tornou a Gerdau pioneira mundial a utilizar um veículo abastecido com esse combustível em operações de mineração. O modelo está sendo usado na mina Várzea do Lopes, na cidade de Itabirito (MG), e é operado pela Fagundes Construção e Mineração, que teve todos os motoristas capacitados para a operação com o novo equipamento.

“A parceria com a Scania, com a solução do caminhão a gás natural, é um exemplo de uma ação virtuosa. Além das questões econômicas e ambientais, prezamos pela estruturação de uma cadeia local de produção e abastecimento, que resulte em desenvolvimento social e econômico sustentável”, declarou Vinícius Fernandes de Moura, gerente geral de suprimentos da Gerdau.

“O caminhão a gás vem sendo um sucesso no modal rodoviário; agora vamos inovar outra vez o mercado fora de estrada, uma ação que também é inédita globalmente para a marca, portanto, é da Gerdau o primeiro caminhão movido a gás da história da mineração no Brasil, e do mundo para a Scania. Temos certeza que os resultados vão surpreender e criar tendência”, disse Silvio Munhoz, diretor de vendas de soluções da Scania no Brasil. O caminhão a gás começou a ser vendido no País em outubro de 2019, com as entregas iniciando em maio deste ano. Desde então, segundo a Scania, foram comercializadas 70 unidades para empresas de diferentes segmentos.

O abastecimento de GNV será feito dentro da própria operação e o tempo de abastecimento é de aproximadamente 15 minutos, o que ao compromete a disponibilidade do caminhão, um detalhe crucial, já que a previsão é de que o veículo rode 24 horas por dia, sete dias por semana. A empresa espera que o consumo fique em torno de 10 metros cúbicos por hora, o que, nessa operação, se traduz em uma autonomia de 250 km e 300 km.

“Vamos acompanhar cada detalhe desta ação pioneira, pois queremos oferecer ganhos importantes para o meio ambiente e o menor custo operacional ao cliente. A Gerdau e a Fagundes também vão acompanhar o desempenho pelos dados obtidos pela conectividade, e aplicar melhorias onde seja necessário”, explicou Fabrício Vieira, gerente de vendas de soluções para mineração da Scania no Brasil.



Tags: Combustíveis, Scania, Gerdau, Fagundes Construção, GNV, gás, natural, G 410 6x4, pioneiro, mineração, Vinícius Fernandes, Silvio Munhoz, Fabrício Vieira.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now