Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Ano fecha abaixo de 2 milhões de veículos leves vendidos

Mercado | 03/01/2021 | 11h00

Ano fecha abaixo de 2 milhões de veículos leves vendidos

Dezembro foi o melhor mês de 2020, mas resultado anual é o pior em 14 anos

PEDRO KUTNEY, AB (COM DADOS DA AUTOINFORME)

As vendas de veículos leves em 2020 ficaram longe de serem tão ruins quanto chegou-se a imaginar no meio do ano, quando a pandemia de coronavírus paralisou a indústria e a projeção mais pessimista da associação dos fabricantes, a Anfavea, apontava para um mergulho de 40% e apenas 1,6 milhão de unidades vendidas. Ainda assim, a soma de quase 1,95 milhão de automóveis e utilitários emplacados em 12 meses (segundo números apurados pela Autoinforme) representa importante retração de 26,7% sobre 2019, é pior resultado do mercado brasileiro em 14 anos, ficou abaixo dos 2 milhões e das melhores expectativas alimentadas pelo aquecimento mensal contínuo das vendas no segundo semestre.

Com 231,9 mil veículos leves emplacados, dezembro foi o melhor mês de 2020, conforme já era esperado, consolidando assim vendas mensais acima de 200 mil unidades durante todo o último trimestre. O resultado ficou 8,2% acima de novembro e 8% abaixo de dezembro de 2019, o que aponta para a redução contínua do porcentual de queda das vendas de um ano para outro.

Contudo, esperava-se que o resultado de dezembro fosse um pouco melhor, mais próximo de 240 mil unidades. O desempenho pouco pior pode ser explicado pela desaceleração da demanda nas duas últimas semanas do ano com os feriados de Natal e ano novo, o que se somou à falta dos modelos mais procurados para pronta entrega devido a limitações da produção das fábricas que enfrentam escassez de insumos e trabalham em ritmo mais lento, seguindo protocolos sanitários para reduzir o risco de contágio de Covid-19 pelos trabalhadores.

Com isso, apesar de dezembro ter sido o melhor mês de 2020, o ritmo de emplacamentos diários diminuiu. Foram emplacados em média 10.539 veículos leves em cada um dos 22 dias úteis de dezembro, leve redução de 1,5% em relação aos 10.702/dia de novembro, que registrou a melhor média diária de 2020 – dezembro foi a terceira melhor, atrás de fevereiro (10.701/dia), e um dos únicos três meses do ano em que o índice ficou acima de 10 mil/dia.

Caso o mercado brasileiro mantenha o ritmo do último trimestre de 2020, as vendas em 2021 apontam para perto de 2,5 milhões de unidades.



Tags: Mercado, vendas, resultado, balanço, 2020, emplacamentos, veículos leves, automóveis, utilitários, comerciais leves, Autoinforme, pandemia, coronavírus, Covid-19.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now