Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Daimler entra em iniciativa para ampliar uso de hidrogênio nos transportes
O caminhão-conceito Mercedes-Benz GenH2 Truck, movido a hidrogênio, deve começar a ser testado por clientes em 2023

Energia | 07/01/2021 | 17h00

Daimler entra em iniciativa para ampliar uso de hidrogênio nos transportes

Empresa se uniu à Iveco, Shell, Volvo e OMV para ajudar a zerar emissão de carbono no setor de caminhões na Europa

REDAÇÃO AB

A Daimler Truck anunciou a sua entrada na iniciativa H2Accelerate, associação com a Iveco, o Grupo Volvo e as petroleiras OMV e Shell, com o objetivo de ampliar e acelerar o uso do hidrogênio nos veículos de transporte de cargas na Europa. Os envolvidos acreditam que o gás é o combustível essencial para gerar energia elétrica em células de combustível e assim permitir o desenvolvimento de caminhões elétricos para eliminar as emissões de carbono no setor.

“As empresas participantes da iniciativa H2Accelerate concordam que os caminhões elétricos movidos a hidrogênio serão a chave para permitir que o transporte livre de CO2 no futuro”, declarou Martin Daum, CEO da Daimler Truck e membro do conselho de administração da Daimler AG. “Esta parceria sem precedentes é um marco importante para impulsionar as condições estruturais corretas para o estabelecimento de um mercado em massa para caminhões baseados em hidrogênio; é também uma chamada à ação para os governantes, demais envolvidos e a sociedade como um todo”, acrescentou.

Os integrantes da iniciativa acreditam que os investimentos sincronizados em todo o setor durante a década de 2020 vão gerar condições para a introdução de um mercado em massa de transporte rodoviário abastecido com hidrogênio, item fundamental para que os países europeus consigam atender o ambicioso objetivo de zerar as emissões até 2050. Além disso, uma nova frota de caminhões que utilizam hidrogênio também vai criar novas indústrias e gerar mais empregos.

O apoio do setor público, contudo, será fundamental, e os integrantes da H2Accelerate esperam trabalhar em conjunto com os governos na busca de financiamento para os projetos pré-comerciais na primeira fase do lançamento – que prevê a produção de centenas de caminhões e a instalação de mais de vinte postos de abastecimento em locais selecionados. Já na segunda fase, com cobertura em toda a Europa, a previsão é de que mais de 10 mil veículos estejam rodando pelo continente, com postos de alta capacidade e confiabilidade instalados nos principais corredores do Velho Mundo.



Tags: Daimler Truck, Iveco, grupo Volvo, OMV, Shell, caminhões, hidrogênio, transportes, Europa, emissões, carbono, Martin Daum.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now