Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Chile ajudará taxistas a financiar carros elétricos da BYD

Internacional | 26/01/2021 | 19h51

Chile ajudará taxistas a financiar carros elétricos da BYD

Programa prevê até US$ 11 mil para 50 proprietários trocarem seus veículos a combustão

REDAÇÃO AB

O Chile lançou um programa para incentivar o uso de carros elétricos da BYD nas frotas de táxis. Por meio de uma ajuda de até US$ 11 mil para o financiamento, o Meu Programa de Táxi Elétrico prevê a introdução de 50 unidades do modelo BYD 100% elétrico e5. A iniciativa inclui também a compra e instalação de um carregador elétrico doméstico e o monitoramento do funcionamento dos veículos novos durante um ano, que será implementado pela Agência de Sustentabilidade Energética, que também irá aconselhar os operadores nas suas aplicações.

Segundo Ignacio Santelices, diretor executivo da agência, os custos de operação de um táxi elétrico são reduzidos em cerca de 70% em comparação com um veículo convencional a gasolina.

O modelo BYD e5 é atualmente o carro elétrico de maior autonomia do mercado chileno, cuja bateria tem autonomia para até 400km com uma única carga. O veículo possui tecnologia de frenagem regenerativa, que ajuda a recuperar a eletricidade durante a condução, na frenagem e também na desaceleração.

“O recebimento desta licitação demonstra nosso compromisso com o Chile e a eletromobilidade e como a BYD se posicionou como uma marca madura e sólida globalmente. Com nossa contribuição, esperamos disseminar o uso de veículos elétricos em diversos segmentos”, declarou Tamara Berríos, gerente da BYD no Chile.

O Ministro de Minas e Energia, Juan Carlos Jobet, disse durante o lançamento do programa: “Hoje existem barreiras significativas para os taxistas terem acesso a veículos elétricos, principalmente em termos de investimento inicial, conhecimento de tecnologia e do carregamento da bateria. Por isso, lançamos este programa para levar os benefícios da eletromobilidade aos taxistas e usuários”.

“Nossa prioridade em termos de eletromobilidade é o transporte público e a promoção da inclusão de veículos como táxis e ônibus. Iniciativas como essa, além de outras que impulsionamos do Ministério dos Transportes, estão acelerando o uso de frotas mais sustentáveis com custos operacionais significativamente mais baixos. Além disso, os novos veículos trazem melhorias no conforto para os usuários, principalmente devido a viagens mais suaves e silenciosas”, completou a Ministra dos Transportes e Telecomunicações, Gloria Hutt.

Atualmente, o Chile já conta com 1.769 veículos totalmente movidos a bateria, considerando todos os modelos, desde ônibus, veículos leves até caminhões.



Tags: Carro elétrico, BYD, Chile, táxi elétrico, eletromobilidade.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now